Por Redação A12 Em Igreja

Bispos do Espírito Santo manifestam preocupação com onda de violência no Estado

Preocupados com a onda de violência que se instaurou no Estado do Espírito Santo por conta da greve da Polícia Militar, cujos familiares reivindicam melhorias para a categoria, os bispos do Estado do Espírito Santo divulgaram um apelo à população em nota oficial.

Os bispos afirmam que a segurança pública é um direito de todos, deve ser construída a partir de um amplo diálogo entre o Estado, a sociedade organizada e todos os cidadãos.

“Por isso, nós os bispos do Estado do Espírito Santo, queremos convocá-los para juntos orarmos em nossos lares pedindo a Deus que conceda serenidade, paz, proteção e justiça ao nosso Estado. Peçamos também ao Senhor que não prevaleça o poder, mas o bom senso, o diálogo, o entendimento e se chegue a uma decisão sábia que engrandeça nossa sociedade”, afirmam em nota.

A nota é assinada pelo arcebispo Metropolitano de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela, pelo bispo de Cachoeiro de Itapemirim, Dom Dario Campos, pelo bispo de Colatina, Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, pelo bispo de São Mateus, Dom Paulo Bosi Dal’Bó e pelo bispo Auxiliar de Vitória, Dom Rubens Sevilha.

:: Leia na íntegra a Nota dos Bispos do Espírito Santo sobre o momento de violência atual

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.