Por Redação A12 Em Igreja

Campanha vai coletar relatos e fotos de Dom Paulo Evaristo Arns

Foto de: Rádio 9 de Julho

Dom Frei Paulo Evaristo Arns (crédito Rádio 9 de Julho)

Iniciativa “Dom Paulo por São Paulo: ajude a contar
essa história” vai de 06 a 16 de junho.

Uma campanha idealizada pela Arquidiocese de São Paulo vai coletar fotos e relatos de experiências marcantes de fiéis paulistanos com o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns. A iniciativa “Dom Paulo por São Paulo: ajude a contar essa história” visa organizar um material visual para a celebração dos 50 anos da ordenação episcopal do arcebispo emérito de São Paulo, a ser comemorado no dia 03 de julho. 

As fotos e os relatos podem ser compartilhados a partir de hoje (06) até o dia 16 de junho, por meio dos seguintes contatos: na página oficial da Arquidiocese no Facebook (facebook.com/arquiSP), no email: dompaulo50anos@arquisp.org.br; ou pelo WhatsApp (11) 98371-9681.  

A iniciativa irá envolver todos os meios de comunicação da Arquidiocese: jornal O SÃO PAULO, rádio 9 de Julho, portal ArquiSP. 

Para marcar o jubileu de ouro episcopal de Dom Paulo, haverá uma solene celebração eucarística no dia 2 de julho, às 10h, na Catedral da Sé. 

Biografia

Dom Paulo em visita ao Grupo Escolar Pio XII
Dom Paulo em visita ao Grupo Escolar Pio XII.

Dom Paulo Evaristo Arns foi sagrado bispo auxiliar de São Paulo em 03 de julho de 1966 e assumiu o posto de 5º Arcebispo Metropolitano de São Paulo em 1º de novembro de 1970. Permaneceu nessa função até 22 de maio de 1998. Foi criado cardeal em 1973, o terceiro de São Paulo. Atuou como membro da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos no Vaticano. Dom Paulo é autor de 56 livros e recebeu mais de uma centena de títulos nacionais e internacionais.

Assim que assume a diocese incrementa fortemente a participação dos leigos nos passos do Concílio Vaticano II. Realiza a Operação Periferia, vendendo o palácio Episcopal e assume destemida defesa dos direitos humanos constantemente violados pela ditadura militar. 

Na arquidiocese criou novas regiões episcopais, realizou amplo plano de pastoral urbana e lançou as bases para a ação colegiada na grande metrópole. Em seu tempo Dom Paulo criou quarenta e três paróquias, e incentivou o surgimento de mais de duas mil comunidades de base nas periferias da metrópole paulistana.

Foram sete os planos de pastoral aplicados no tempo de Dom Paulo, sempre motivados pelo lema: De esperança em esperança. As prioridades do 7° plano são: Saúde, Moradia, Mundo do Trabalho e Educação.

A população de São Paulo, em 1997, era estimada em 9 milhões de habitantes.

Veja mais da biografia do arcebispo emérito no site dompaulo.org.br. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.