Por Redação A12 Em Igreja

Capuchinhos celebram 120 anos de presença no Rio Grande do Sul

Vinda dos freis franceses trouxe contribuições para educação, imprensa, arquitetura, formação do clero e lideranças

Em comemoração aos 120 anos da presença dos Capuchinhos no Rio Grande do Sul, todas as paróquias que possuem párocos e vigários capuchinhos celebrarão a importância da Ordem nas respectivas regiões a partir do dia 17 de janeiro. 

A celebração, que prosseguirá ao longo do ano, tem como tema “120 anos: gratidão, paixão e esperança!”, e pretende resgatar a história dos freis, promover a animação vocacional e incentivar a criatividade e partilha com as comunidades.

O objetivo do tema é convidar os freis a olhar o passado da província com gratidão, viver o presente da província com paixão e abraçar o futuro da província com esperança.  

Freis Capuchinhos

Foto de: Acervo Cúria Provincial Cap/RS

Capuchinhos celebram 120 anos de presença no Rio Grande do Sul

Os freis Capuchinhos são chamados dessa forma devido ao pequeno capuz de suas vestimentas. A ação dos capuchinhos, hoje, abrange missões populares, ações sociais (com mais de 20 projetos), pastoral paroquial e hospitalar, animação vocacional e escolas formativas.

O entusiasmo missionário já levou os capuchinhos gaúchos a atuar em Portugal, em vários países da África, na Nicarágua, na República Dominicana, França, Haiti, Brasil Central (Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Goiás), interior de São Paulo, Mato Grosso e Rondônia. 

A Missão no Rio Grande do Sul foi elevada à categoria de Província em 1942. Assim, a Província dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul é considerada a primeira província do hemisfério Sul e da América Latina e, hoje, está entre as cinco maiores do mundo. Atualmente conta com 246 membros, sendo 180 freis no Rio Grande do Sul e de Santa Catarina; 45 na Custódia Provincial Brasil Oeste - Mato Grosso e Rondônia e 21 na Delegação Provincial do Haiti.

A Ordem dos Frades Menores Capuchinhos iniciou na Itália em 1528 e, hoje, está presente em 108 países. No Brasil, está organizada em 10 províncias e duas custódias, totalizando 1.100 frades. Na América Latina e Caribe conta com 30 províncias, cinco custódias e duas delegações. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.