Por Redação A12 Em Igreja

Caravanas vão percorrer toda a bacia do Rio Doce

logo_caravanaDa nascente à foz, a Bacia do Rio Doce receberá, entre os dias 11 e 16 de abril de 2016, a Caravana Territorial da Bacia do Rio Doce. Cerca de 150 pessoas vão percorrer as margens e os impactos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015. Ao final, em Governador Valadares, município onde as quatro rotas do evento se encontrarão, atividades serão realizadas contra a invisibilidade e impunidade do crime que está completando 5 meses.

Uma dessas rotas vai sair de Mariana, na próxima segunda-feira, 11 de abril. Para marcar a saída da caravana será realizado um ato público na Praça Minas Gerais, às 9h. Esse grupo vai seguir para Catas Altas, passando pelo Complexo de Mineração Mariana, pela MG129, Distrito de Antônio Pereira, vista da Barragem Germano e do Complexo de Mineração Alegria.

A equipe vai visitar, também, as comunidades atingidas de Paracatu de Baixo e Pedras, onde vão encontrar alguns atingidos que ainda residem no local. Uma roda de conversa sobre a agroecologia e criação de gado em pequena escala para produção de laticínios, como alternativas de trabalho à mineração nesta região, e um momento na casa dos dois moradores remanescentes, que tiveram suas criações e hortas agroecológicas destruídas pela lama da barragem, fazem parte da programação.

Essa caravana tem o objetivo de construir convergências, agregar e mobilizar forças da sociedade civil organizada e articular leituras populares e críticas sobre as causas e consequências da tragédia. Mais de 40 organizações da sociedade civil fazem parte da organização e a Arquidiocese de Mariana é uma das apoiadoras.

Além de mobilizar e registrar denúncias das violações de direitos das comunidades atingidas, a Caravana vai anunciar alternativas que avancem na recuperação socioambiental da região, e apontem para o fortalecimento de atividades produtivas e econômicas mais sustentáveis, solidárias e saudáveis, como a agricultura familiar, camponesa e agroecológica.

Nos dias 15 e 16, as rotas que sairão das regiões do alto, médio e baixo rio Doce estarão reunidas em Governador Valadares (MG) para a culminância do encontro. Momento aberto à participação de todos interessados onde serão sistematizadas e apresentadas as experiências visitadas, realizados os debates políticos sobre mineração, desenvolvimento e água, além dos atos públicos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.