Por Redação A12 Em Igreja

Cáritas Brasileira elege nova diretoria em Assembleia

A Cáritas Brasileira, organismo vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizou sua XX Assembleia, entre os dias 12 e 15 de novembro, em Brasília (DF).

 

Foto: Ricardo Piantino/Cáritas

caritas_assembleia - Foto: Ricardo Piantino Caritas Brasileira.

Na ocasião, foi eleita a nova diretoria da instituição. O arcebispo coadjutor de Aracaju (SE), Dom João José Costa (à esquerda), foi escolhido para presidência da Cáritas, para o período de 2016 até 2019.

O encontro abordou o tema ‘Gestão da Rede Cáritas’ e o lema ‘Cáritas Brasileira: Missão e solidariedade a serviço da Vida’. A abertura do evento eletivo e comemorativo aconteceu na data em que a instituição completou 59 anos, dando início à ação ‘Rumo aos 60 anos’.

O cargo de vice-presidente da Cáritas Brasileira será ocupado pela irmã Lourdes Maria Staudt Dill, da Congregação das Filhas do Amor Divino e que atua na Cáritas de Santa Maria (RS).

A nova diretora-secretária será Marilene Alves de Souza, da Cáritas diocesana de Montes Claros (MG).  

O diretor-tesoureiro será Udelton da Paixão, da Cáritas diocesana de Paracatu (MG). Também foram eleitos os membros do Conselho Fiscal, composto por Adão José Piva, padre Wilson Buss, Anadete Gonçalves Reis, que são os três membros titulares; e Otília Balio Fava, padre Francisco Almeida, e diácono Marcus Soares, os suplentes.

Avaliação

O bispo de Santarém (PA) e atual presidente da Cáritas, Dom Flávio Giovenale, cumprirá mandato até o início do próximo ano. Dom Flávio destacou a melhor atuação em conjunto entre os inter-regionais e o fortalecimento do relacionamento com a CNBB. 

“Esta experiência adquirida junto a Cáritas nos possibilitou obter uma visão maior do Brasil, porque até então meu trabalho fora desenvolvido principalmente na região da Amazônia. Pessoalmente, agora tenho uma visão mais clara de quanto bem se faz no Brasil. O detalhe é que o bem não faz barulho. As árvores que crescem, as florestas que surgem, não fazem barulho. Já uma árvore que cai faz um estrondo enorme. A Cáritas não faz barulho, as Pastorais Sociais também não. Temos certeza que este mundo pode ser melhor para todos e todas. Por isso devemos manter as esperanças e trabalhar pelos mais necessitados e necessitadas”, contou o bispo.

Continuidade

O presidente eleito da Cáritas, Dom João Costa, ressaltou a atuação solidária do organismo.

“A Cáritas é a caridade na Igreja. A Cáritas representa a esperança, significa a opção pelos pobres. Vivenciar a Cáritas é caminhar com o compromisso de uma sociedade justa, fraterna e solidária, a partir da caminhada em Cristo e da vivência da fé. A Igreja é uma instituição de grande relevância, tem muito a oferecer à sociedade. E não pode se recusar a atender este chamado”, afirmou.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.