Por Redação A12 Em Igreja

Cáritas premiará mulheres que ajudaram a acabar com a fome em suas localidades

A Cáritas Internacional premiará mulheres "semeadoras de desenvolvimento" que contribuíram para acabar com a fome de suas comunidades. A premiação será entregue no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, no Vaticano. A iniciativa concederá dois prêmios de aproximadamente R$ 32.500 (a premiação será de 10 mil euros).

premiacao caritas

A iniciativa pretende dar visibilidade as esforços de mulheres que se destacaram ao garantir alimentos e promover a melhoria da subsistência de suas famílias e comunidades. “Ao ouvir as histórias dessas mulheres, damos visibilidade aos seus esforços, aprendemos mais sobre a importância do empoderamento das mulheres e como é importante para a Igreja valorizá-lo", acredita Michel Roy, Secretário Geral da Caritas Internationalis. Para Roy, a partir deste projeto as mulheres estarão capacitadas a assumir um papel mais ativo em suas comunidades. 

 

A premiação também quer destacar a realidade que muitas mulheres enfrentam em várias partes do mundo, tendo menos acesso que os homens aos recursos como crédito, educação e terra.

A premiação também quer destacar a realidade que muitas mulheres enfrentam em várias partes do mundo, tendo menos acesso que os homens aos recursos como crédito, educação e terra. Segundo uma estimativa apresentada pela Cáritas, se as mulheres tivessem igual acesso aos recursos, globalmente, de cada 150.000.000 pessoas, 100 podiam ser retiradas da situação de fome.

O Prêmio Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento é dividido em duas categorias. Uma categoria é destinada a programas executados por organizações da Cáritas. O outro é destinado a organizações de fora da rede Cáritas.

A cerimônia de premiação será parte do segundo evento de contação de histórias “Vozes da Fé”, que reunirá mulheres católicas extraordinárias de todo o mundo. Patrocinado pela Fundação Fidel Goetz,o evento irá destacar a contribuição das mulheres para o trabalho da Igreja Católica em acompanhar os pobres, na defesa da dignidade humana e promoção da igualdade. 

A Fundação Fidel Götz apoia iniciativas no Vaticano e trabalha com organizações católicas globais para desenvolver e implementar programas que produzem resultados. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.