Por Elisangela Cavalheiro Em Igreja

Conferência reúne estudiosos para discutir comunicação eclesial

Considerado um pioneiro espaço de diálogo entre pesquisadores e pessoas interessadas na temática "mídia, comunicação e religião", a Conferência Brasileira de Comunicação Eclesial (Eclesiocom) chega a sua décima edição. Promovida pela Cátedra UNESCO da Universidade Metodista de São Paulo, o evento discute nesse ano o tema “Comunicação, Religião e Cidades”, na próxima quinta-feira (27), das 9h às 17h, na Universidade Paulista - Campus Indianópolis, em São Paulo (SP). 

eclesiocom_2014_agencia_uel

A programação do seminário oferece no período da manhã, três conferências temáticas com professores de renome no cenário nacional. À tarde, das 13h45 às 17h, ocorrem as apresentações científicas divididas em dez Grupos de Trabalho (GTs), que discutem diversas realidades no âmbito da comunicação e religião. 

Entre esses GT´s, o de “Religião, cidade e espaço público midiatizado”, traz a discussão sobre ‘O Papel da Comunicação na Configuração/Formatação das Cidades-Santuário de Aparecida (Brasil) e Fátima (Portugal)’. 

O artigo de autoria da jornalista, Flávia Gabriela, que atualmente é gerente de Comunicação Institucional no Santuário Nacional de Aparecida, pretende abrir reflexões sobre a comunicação realizada nesses Santuários. 

“O meu artigo quer contribuir no âmbito acadêmico, com as discussões referentes às estruturas de comunicação criadas ao redor dos dois templos marianos, de Aparecida e Fátima e se essas estruturas influenciam no imaginário do visitante que aos Santuários acorrem, ou seja, como e de que forma eles são impactados pela comunicação que é feita pelos templos”, destacou a jornalista. A partir de sua pesquisa, Flávia Gabriela constatou que o visitante destes Santuários não consegue distinguir a realidade da cidade com a do Santuário. “Vemos que o aspecto devocional extrapola o âmbito urbano nos locais onde estão estes Santuários. Para o visitante não há uma divisão em termos de dimensão e, para ele, toda a cidade está envolvida nesse aspecto”. 

Estratégias comunicacionais no espaço religioso 

Ao discutir o tema da comunicação e religião nas cidades, o Eclesiocom favorece discussões sobre as estratégias comunicacionais utilizadas na atualidade pelas diferentes vertentes religiosas e como elas estão influenciando o seu receptor. Para Flávia Gabriela a temática do ano centralizada nas cidades irá abrir horizontes sobre as estratégias utilizadas nessa realidade. 

“O advento da comunicação e a maturidade da utilização das estratégias comunicacionais em projetos religiosos é uma realidade enfrentada e estudada pelas mais diferentes vertentes. Todos precisam se aprimorar, se especializar e se aprofundar no aspecto comunicação. Nesse sentido, como a própria apresentação do tema central do congresso nos direciona, ‘a cidade é o lugar multifacetado no qual fluxos comunicacionais e esperanças imaginadas se miscigenam em espectros desordenados’. Isso nos sugere entender a comunicação muito mais do que estratégia, mas como um universo a ser refletido e desvendado”, pondera a jornalista. 

Para Flávia Gabriela, essa reflexão no âmbito da Igreja Católica, ganhou destaque a partir do Papa João Paulo II. “Especificamente no universo católico, a partir do papa João Paulo II, grandes têm sido os esforços para que haja o processo de amadurecimento desse conceito. Não basta comunicar, é necessário saber o que comunicar e qual o processo de compreensão dos que são impactados pela comunicação”. E acrescentou. “Nesse sentido não há dúvidas que Aparecida é destaque na criação de projetos e processos para que tais objetivos sejam alcançados”. 

Confira a programação e os temas de outras pesquisas no site da universidade. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.