Por Redação A12 Em Igreja

Diocese de São José dos Campos promoverá "caminhada pela água"

O uso consciente da água é o assunto que está sendo discutido pela Campanha da Fraternidade na Diocese de São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Foto de: Divulgação

Caminhada pela Água em São José dos Campos

A coordenação diocesana da CF escolheu tratar sobre a água por conta dos problemas que a sociedade brasileira está enfrentando com a crise hídrica, especialmente no estado de São Paulo.

No dia 22 de março, Dia mundial da Água, acontecerá a ‘Caminhada pela água’, a fim de mobilizar os moradores e olhar para o rio que corta a região norte da cidade. A saída será do Parque da Cidade com destino às margens do Rio Paraíba do Sul, onde haverá plantio de árvores nativas.

Durante a quaresma, vídeos com entrevistas com diversos especialistas ajudarão a comunidade a refletir sobre a questão.

“Como o tema deste ano é abrangente, destacamos uma problemática atual para refletir. Queremos estimular as ações sobre o uso consciente da água, auxiliando a sociedade a exercer seu protagonismo, como agente transformador”, explicou Luigi Bertoncini, coordenador diocesano da CF.

Com o apoio do professor Luciano Machado, da secretaria do meio ambiente de São José dos Campos, as ações querem motivar tomada de consciência sobre o uso racional dos recursos hídricos.

“Devemos participar das discussões sobre o futuro e o presente de nossos recursos hídricos. São muitos os nossos desafios e perspectivas: a diversidade de usos da água, abastecimento urbano e industrial, uso agrícola e para irrigação, a demanda sempre crescente e, claro, a qualidade da água, diluição e tratamento de esgotos,” explica Luciano.

“Como cristãos devemos ter em mente que os bens naturais são de uso de todos, inclusive das próximas gerações. Assim, devemos zelar pela manutenção deste bem que nos foi confiado por Deus”, lembra o professor.

Para ele, a responsabilidade como cidadão é na participação não só em ações de economia doméstica, mas também em fiscalizações e cobranças do poder público.

“Temos o papel de cobrar das autoridades ações de planejamento para o menor desperdício na distribuição de água e em ações de recuperação dos corpos hídricos que contribuem para o Rio Paraíba do Sul, como o plantio de matas nas margens dos rios e das nascentes, por exemplo”, comenta.

Dia 22 de março (domingo)

10h30: Concentração em frente ao CEFE (Av. Olivo Gomes, Santana) – ao lado da portaria do Parque da Cidade.

11h: Caminhada até o Centro Comunitário do Alto da Ponte

11h40: Ato Ecumênico e plantio de árvores.

Leve a sua faixa ou cartaz com mensagens de conscientização pelo uso correto e sustentável da água.

Tire uma foto com a mensagem “Caminhada pela água. Eu vou!” e compartilhe com #CaminhadaPelaÁguaSJC

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.