Por Valquíria Vieira Em Igreja

Dioceses brasileiras aderem à campanha ‘Pequenos Reis Magos’ iniciada na Alemanha

A campanha ‘Pequenos Reis Magos’ é uma iniciativa que começou na Alemanha e ocorre durante o Tempo do Advento reunindo recursos para ajudar crianças carentes de diversos países.

A partir do exemplo dos três Reis Magos que buscaram Jesus para oferecer-lhe presentes, uma tradição iniciada há mais de 160 anos, leva uma mensagem de esperança, crianças vestidas de Reis Magos batem a porta das casas, após cantarem e abençoarem as residências, elas arrecadam dinheiro para as crianças e jovens vulneráveis do mundo.

3-Reis-Magos.jpg campanha pequenos reis magos pastoral da criança

No Brasil a Pastoral da Criança motivou essa campanha em 2015 e foi realizada como experiência piloto pelas crianças e jovens da catequese e com o apoio dos bispos, padres e pessoas da Pastoral da Criança.

Para 2016 as Arquidioceses de Belém (PA), Curitiba (PR), Maringá (PR), Natal (RN), Paraíba (PB), Porto Alegre (RS), Salvador (BA) e as Dioceses de Estância (SE), Barra do Garças (MT), Barra do Piraí (RJ), Bragança do Pará (PA), Colatina (ES), Nazaré (PE), São José dos Pinhais (PR), São Mateus (ES) e Diocese de Tocantinópolis (TO) já aderiram à iniciativa.

Os Pequenos Reis Magos de 2016 cantarão, celebrarão e abençoarão as casas em que passarem, e com o recurso arrecadado, ajudarão as crianças da Guatemala, Guiné-Bissau, Haiti e Moçambique. O valor obtido será enviado aos países, após a celebração da ação de graças pela campanha com a participação das crianças, que acontece na sede da Pastoral da Criança em Curitiba (PR), no dia 15 de janeiro.

Qualquer diocese pode se candidatar para realizar a campanha. Mas, é necessário que o bispo concorde com a iniciativa e escolha até três paróquias para realizá-la.

 Saiba mais sobre a campanha ‘Pequenos Reis Magos’

Em meados de 1843, Auguste von Sartorius, menina nascida em uma família rica de Aachen, ficou sensibilizada com as notícias sobre crianças carentes e em perigo de vida na China e na África. Quando tinha de 13 para 14 anos, decidiu angariar dinheiro com os amigos e parentes para resolver a situação das crianças no mundo.

Desde 1959, essa prática foi retomada como uma ação de solidariedade que acontece até hoje, organizada pela Kindermissionswerk, beneficiando projetos com crianças de diversos países. E que também desperta, nas próprias crianças, uma atitude missionária.

Próximo ao dia 6 de janeiro, cerca de 500 mil crianças alemãs, entre 8 e 13 anos, de 12.500 paróquias, saem pelas ruas como Sternsinger, os Cantores da Estrela. Vestidos como Reis Magos, as crianças levam à frente uma estrela e marcam nas casas por onde passam a sigla “C+M+B”, em latim: Christus Mansionem Benedicat, que em português significa: "Cristo abençoe este lar". Após cantarem e abençoarem as residências, elas arrecadam dinheiro para as crianças e jovens vulneráveis do mundo.

As crianças alemãs já ajudam a Pastoral da Criança Internacional, contribuindo para atividades nas Filipinas, na Guatemala e no Panamá. Futuramente, ajudarão as crianças africanas e de outros países da América Latina e Caribe.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Valquíria Vieira, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.