Por Elisangela Cavalheiro Em Igreja

Encontro em Aparecida (SP) reflete a Pastoral do Turismo como "caminho de evangelização"

A Pastoral do Turismo como “caminho de evangelização” foi assunto de debate e reflexão nesta quarta-feira (04), no 2º Encontro Nacional da Pastoral do Turismo, que acontece em Aparecida (SP), no Hotel Rainha do Brasil, até amanhã (05). O encontro reúne 80 pessoas, entre 20 padres e 2 bispos, para discutir questões referentes à identidade e a missão da Pastoral do Turismo no Brasil.

As palestras e conferências do evento ocorreram durante todo o dia, e a mais aguardada pelos participantes foi a do Arcebispo de Braga, dom Jorge Ortiga, que é o bispo referencial da Pastoral do Turismo de Portugal. O A12.com falou com o arcebispo sobre a reflexão que deixou aos brasileiros.

Foto de: Elisangela Cavalheiro/A12. 

2º Encontro Nacional da Pastoral do Turismo - Hotel Rainha do Brasil (credito Elisangela Cavalheiro)

Dom Jorge Ortiga, arcebispo de Braga, Portugal. 

“A Igreja vive essencialmente para evangelizar e o Papa Francisco nos diz que a evangelização, hoje, terá que acontecer por meio de realidades e experiências totalmente novas. O Turismo é hoje um fenômeno incontornável e mundial, em ritmo crescente, e por isso mesmo a Igreja não pode fugir à responsabilidade de estar presente no Turismo”, assinalou o arcebispo.

O arcebispo analisou também a diferença que existe entre prestar um serviço meramente turístico (turismo religioso) e levar os turistas a uma experiência de fé e encontro com Cristo, que é a missão da Pastoral do Turismo.

“É importante que ao Turismo Religioso se acrescente uma verdadeira Pastoral do Turismo, que é um setor da pastoral importante que deve fazer parte da organização de uma diocese. Onde através do qual a Pastoral do Turismo como pastoral que é esteja no Turismo, para claramente e inequivocamente anunciar Cristo como Boa Nova, como alegria, como caminho de felicidade”, frisou.

Uma parceria com o Brasil, também foi levantada por dom Jorge Ortiga, por meio da operadora ‘Peregrinos da Europa’, constituída pela Arquidiocese de Braga.

“Tive também a oportunidade de falar das potencialidades da cidade de Braga e da diocese, portanto, um conjunto muito grande de santuários. Falei de uma experiência que estamos realizando de nos servimos do Turismo para evangelizar e que poderá ser útil para todo o Brasil. Deus queira que fosse!”, indicou dom Jorge. “É uma operadora que nós chamamos ‘Peregrinos da Europa’, que de Braga orientamos para Santiago de Compostela, orientamos para Fátima, orientamos para Roma, para Jerusalém, mas sempre com este intuito de ajudar. Era bom que até se estabelecesse uma ‘ponte’ entre Braga e Brasil para podermos anunciar Cristo como a grande alegria para o homem moderno”, completou.

O arcebispo de Maringá (PR) e bispo referencial da Pastoral do Turismo no Brasil, dom Anuar Battisti, também falou ao A12.com sobre o tema do encontro e outras questões que dizem respeito a esse trabalho da Igreja no país.

“A identidade da Pastoral do Turismo nasce da missão da Igreja de evangelizar. Ela tem também no seu primeiro rosto, como um meio, um caminho de evangelização, por isso ela se apresenta pra ser também um elemento integrador de todas as pastorais e movimentos da própria Igreja, que está aí pra levar Jesus no Coração das pessoas”, sublinhou dom Anuar.

 

“Nós queremos que esse encontro seja motivador e que todas as pessoas que vieram possam sair daqui animadas para organizar a Pastoral do Turismo nas dioceses tendo ou não tendo um grande santuário ou um lugar turístico", disse dom Anuar. 

A distinção entre a Pastoral do Turismo e o turismo religioso também foi evidenciada pelo arcebispo. “A Pastoral do Turismo é um caminho de evangelização. Temos então uma distinção importante entre Pastoral do Turismo e turismo religioso. A Pastoral não organiza viagens, quem organiza são as agências de turismo e o próprio turismo religioso que organiza eventos. A Pastoral ela acompanha o turista, a preocupação dela é com o turista e não com o Turismo. Por isso essa distinção importante”, explicou.

Entre as iniciativas voltadas para essa realidade de evangelização junto aos turistas nos mais diversos locais de peregrinação e em outras realidades como por exemplo, as cidades litorâneas, dom Anuar Battisti lembrou o projeto ‘Jesus no Litoral’ do Ministério Jovem da Renovação Carismática Católica, que atua na abordagem direta dos turistas nas praias por meio do anúncio da pregação do ‘Querigma’ e ainda da iniciativa da Arquidiocese de Salvador nos diversos lugares de peregrinação católica.

A respeito da importância desse segundo encontro nacional, dom Anuar celebrou a crescente divulgação da missão da Pastoral do Turismo no Brasil: 

“Nós queremos que esse encontro seja motivador e que todas as pessoas que vieram possam sair daqui animadas para organizar a Pastoral do Turismo nas dioceses tendo ou não tendo um grande santuário ou um lugar turístico, mas que as pessoas possam preparar as pessoas da própria diocese, para quando forem atuar saiam preparadas para fazer também uma experiência de Deus”, finalizou.

Mais informações sobre o encontro e Pastoral do Turismo no site: pastoraldoturismo.com.br.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.