Por Redação A12 Em Igreja

Estimulada pelo Ano da Paz Diocese de São José dos Campos (SP) realiza caminhada

O Ano da Paz instituído pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), para ser celebrado durante o ano de 2015 pela Igreja no Brasil vem estimulando ações com o intuito de propagar a paz e mobilizar as pessoas por um mundo melhor.

Na diocese de São José dos Campos (SP) neste domingo (26), o Santuário São Judas Tadeu realizará a primeira edição da Caminhada pela Paz, um evento organizado pela Pastoral da Comunicação (PASCOM) e com o apoio de toda a comunidade paroquial.

Com início às 8h30, na frente da Capela Nossa Senhora Auxiliadora, no Jd. Augusta, a caminhada sairá em direção ao Santuário São Judas Tadeu e contará com momentos de reflexão sobre o Ano da Paz.

santuario_sjc_sao_judas_tadeu

Para Michelle Pereira, coordenadora da Pascom, a caminhada será um grande encontro para a conscientização sobre a paz e a missão do cristão. “Nessa oportunidade refletiremos três pontos principais: o trabalho da PASCOM na Igreja e o elo entre as pastorais e a paróquia; os apelos do Papa Francisco em sair do comodismo e ir ao encontro, ou seja, ser uma Igreja em saída; e por fim a própria convocação do ano de 2015 como o Ano da Paz”, explica a coordenadora.

A coordenadora pede ao participantes que confeccionem cartazes com mensagens de paz para simbolizar a caminhada.

“Tragam cartazes com mensagens de paz. Após a caminhada eles ficarão afixados nas grades da igreja durante todo o dia. Venha participar conosco deste grande encontro”, convida Michelle.

O encerramento será na Praça do Santuário, com o abraço fraterno entre todos e acontecerá a celebração da missa às 11h.

O Ano da Paz. Aprovado pelos bispos, por unanimidade durante a 52ª Assembleia Geral, o Ano da Paz é um período de reflexões, orações e ações sociais, que se estenderá até o Natal de 2015.

A Igreja no Brasil quer ajudar na superação da violência e despertar para a convivência mais respeitosa e fraterna entre as pessoas, explica o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner. “A violência, a falta de paz, provém do desprezo aos valores da família, da escola na formação do cidadão, do desprezo da vida simples”, comenta dom Leonardo.

De acordo com os últimos dados do Mapa da Violência, mais de 56 mil pessoas foram assassinadas no Brasil em 2012. Os jovens são os principais afetados neste contexto, somando mais de 27 mil vítimas naquele ano.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.