Por Redação A12 Em Igreja

Papa Francisco nomeia bispo para Rio Grande e coadjutor de Juazeiro

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (17) o padre Ricardo Hoepers como bispo da diocese de Rio Grande (RS) e o frei Carlos Alberto Breis Pereira, OFM, para bispo coadjutor da diocese de Juazeiro (BA). No Rio Grande, o Papa acolheu o pedido de renúncia de dom José Mário Stroeher. Em Juazeiro, Frei Carlos Alberto ao ser nomeado coadjutor, assume o direito de sucessão ao ofício eclesiástico na diocese. Porém, a sucessão ocorrerá apenas quando a renúncia do atual bispo for acolhida pelo Papa Francisco. 

bispo_riograndePadre Ricardo Hoepers é natural de Curitiba. Nasceu em 16 de dezembro de 1970. Filho de Francisco Hoepers e Doraci dos Santos Hoepers. Ingressou no Seminário Arquidiocesano São José aos 19 anos. Cursou Filosofia na Universidade Federal do Paraná e Teologia no Studium Theologicum. Recebeu a ordenação presbiteral em 31 de janeiro de 1999. Possui especialização e mestrado Bioética. É doutor em Teologia Moral para Accademia Alfonsiana de Roma. Na trajetória como padre, foi diretor da Faculdade de Filosofia da arquidiocese de Curitiba (2002-2003), coordenador geral do clero (2005 a 2008), membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultadores, assessor eclesiástico da pastoral da Pessoa Idosa, no regional Sul 2 da CNBB. É autor do livro “Teologia Moral no Brasil: um perfil histórico”. 

 

coadjutor_juazeiroFrei Carlos Alberto Breis Pereira, OFM, pertence à Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil. Nasceu em São Francisco do Sul (SC), no dia 16 de setembro de 1965. É filho de José Gonçalves Pereira e Marlene Breis Pereira. Realizou a profissão religiosa no dia 31 de agosto de 1991, em Olinda (PE). Cursou Filosofia no Instituto Salesiano e Teologia, no Instituto Franciscano. É mestre em Teologia com especialização em Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Antonianum de Roma. Foi ordenado presbítero em 20 de agosto de 1994, em Fortaleza. Na caminhada sacerdotal atuou em diferentes atividades. Foi mestre de frades professores temporários (1994 a 2002 e 2009 a 2011), secretário provincial para a formação e os estudos, delegado do Serviço para a Formação e os Estudos (Serfe) por dois mandatos. De 2012 a 2014, exerceu o cargo de vigário provincial e, atualmente, exerce a presidência da Conferência dos Ministros Provinciais do Brasil, eleito em setembro de 2015. 

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.