Por Redação A12 Em Igreja

Rede de combate ao tráfico humano lança apelo para consagrados

redegritopela vida

A ‘Rede Um grito pela Vida’ do Núcleo de São Paulo lançou às vésperas das festas natalinas uma ‘Carta Convocatória para Congregações Religiosas’. No texto, a entidade lança um apelo aos religiosos (as) e leigos (as) consagrados de toda a Igreja presente no Brasil, para somar forças na luta contra o tráfico humano. A Rede que é reconhecida pelo seu trabalho nessa realidade há mais de 10 anos destacou a necessidade de um grande número de agentes para a ocasião das Olimpíadas do Rio, que ocorre a partir de agosto do próximo ano. A Rede conta atualmente com pouco mais de 300 membros em todo o país.

“Estamos atravessando uma conjuntura de país bastante desafiadora. Nesse contexto as Olimpíadas no Rio estão prestes a se realizar e é um megaevento que promove e atrai muito turismo sexual que é uma das portas de entrada do Tráfico de pessoas. A Rede um Grito pela Vida lançará uma Campanha para esse momento, como fez quando aconteceu a Copa do mundo de Futebol”, relata a Carta.

A Rede visa atuar contra o tráfico de pessoas nas suas diversas modalidades: Exploração sexual de mulheres crianças e adolescentes, trabalho escravo ou condições análogas à escravatura, remoção de órgãos, tecidos ou outras partes do corpo, adoções ilegais, Servidão Doméstica e Casamento Servil, prática de atividade criminosa e mendicância.

No Brasil a Rede está presente em 22 Estados e no Distrito Federal, e conta com 23 núcleos. Atua articulada localmente com organizações eclesiais, governamentais e não governamentais, no enfrentamento ao tráfico de pessoas e suas causas, sendo membro da ‘Talitha Kum’, a Rede Internacional da Vida Consagrada, que articula 22 redes presentes em 75 Países, nos cinco continentes. Na atualidade a Rede conta com a colaboração de 250 Religiosas, 06 Religiosos e 52 Leigos/as Consagrados/as.

Acesse a Carta na íntegra.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.