Por Redação A12 Em Igreja

Santa Catarina se prepara para as Festas do Divino Espírito Santo

A Arquidiocese de Florianópolis, no Estado de Santa Catarina, se prepara para as celebrações comemorativas a Festa do Divino Espírito Santo, que se enraizou como uma das solenidades mais tradicionais da região. As atividades terão início no dia 17 deste mês e terminarão no dia 13 de julho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Divino Espírito Santo

Segundo a assessoria de comunicação da Arquidiocese de Florianópolis, os festejos na Praça Getúlio Vargas, no Centro da capital catarinense, começaram no século XVIII, e até hoje atraem crianças e famílias inteiras. Por sua vez, em um dos berços da colonização portuguesa, na comunidade Santo Antônio de Lisboa, a festividade é celebrada há 250 anos.

Já em Santo Amaro da Imperatriz, a festa do Divino, que é uma das maiores e mais tradicionais do Brasil, iniciou no ano de 1854. E, na cidade de Palhoça, a festa na Enseada de Brito é a mais antiga do município.

A programação das atividades será a seguinte: de 17 a 24 de maio, na Paróquia Santíssimo Sacramento, em Itajaí; de 15 a 17 de maio, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Sta. Teresinha do Menino Jesus, no Estreito, em Florianópolis; de 16 a 18 de maio, na Paróquia de São José, em São José; de 21 a 24 de maio, na Irmandade do Divino Espírito Santo, Igreja do Divino Espírito Santo, na Praça Getúlio Vargas, no Centro de Curitiba e de 22 a 24 de maio, na Paróquia Nossa Senhora da Lapa, em Ribeirão da Ilha.

Dando continuidade aos eventos comemorativos, o cronograma segue assim: de 22 a 25 de maio, na Paróquia Santo Amaro, em Santo Amaro da Imperatriz; de 23 a 25 de maio, na Paróquia Divino Espírito Santo, no Centro de Camboriú; nos dias 30, 31 de maio e 1º de junho, na Paróquia Senhor Bom Jesus de Nazaré, em Palhoça; de 6 a 8 de junho, na Paróquia São Sebastião, em Tijucas; de 13 a 14 de junho, na Paróquia São Francisco Xavier, em Monte Verde, Florianópolis e de 9 a 13 de julho, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Enseada de Brito, em Palhoça.

Devoção ao Divino Espírito Santo

A devoção ao Divino teve sua tradição mantida especialmente em Portugal, principalmente no arquipélago dos Açores, de onde foi trazida para o Brasil. Por volta do século 18, os açorianos trouxeram para Santa Catarina os seus sonhos, conhecimentos e tradições, assim como a sua religiosidade, fé e o culto ao Divino Espírito Santo.

Bandeira do Divino

A Bandeira do Divino, símbolo que representa o Espírito Santo, é sempre de cor vermelha e com um desenho de pomba branca no centro. Algumas bandeiras trazem desenhos mais simples, outras trazem o Divino sobre raios, geralmente em número de sete, que simbolizam os Dons. São dispostas ainda flores de diversos tipos e cores, ou mesmo rostos de anjos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.