Por Redação A12 Em Igreja Atualizada em 14 SET 2018 - 16H27

Seminário discute redução de riscos de desastres

Shutterstock.
Shutterstock.

A preocupação com a redução de riscos de desastres é a discussão central de um evento promovido entre os dias 18 e 23 de setembro, em Ribeira (SP). A organização é do grupo Meio Ambiente Gestão de Riscos e Emergências (Magre), da Cáritas Brasileira, em parceria com a Cáritas Regional São Paulo e a Diocese de Itapeva (SP).

O II Seminário Nacional Comunidades mais Seguras e Capacitação Nacional da Caixa de Ferramentas visam permitir que a Cáritas tenha seus mecanismos comuns de ações a partir do tripé da prevenção, preparação e resposta em situação de emergências naturais e sociais e, assim, atuar em temáticas ligadas à prevenção de desastres, ao atendimento emergencial e à reconstrução de comunidades resilientes.

A resiliência comunitária é a capacidade sustentada de uma comunidade para suportar e superar as adversidades. O assunto tem se tornado uma questão política fundamental nos últimos anos, especialmente a partir de diversos setores, como por exemplo, a Campanha Mundial "Construindo Cidades Resilientes", promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela própria Cáritas do Rio Grande do Sul, quando, em 2013, tomou conhecimento do Projeto “Mapeamento de Vulnerabilidades de Áreas Suscetíveis a Deslizamentos e Inundações”, de um grupo vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Leia MaisOração do Meio AmbienteSimples atitudes no seu dia a dia podem salvar o Meio Ambiente - Veja quais são!Essa proposta tem entre seus objetivos o aumento da resiliência das comunidades moradoras de áreas de risco, a partir da elaboração de um diagnóstico participativo, qualificação da percepção de risco, e desenvolvimento de estratégias de transformação da realidade local. 

"O Magre da Cáritas Brasileira reflete sobre a prevenção e a intervenção em situações de desastres ambientais como enchentes, desmoronamentos, tempestades", esclarece o bispo de Itapeva, Dom Arnaldo Carvalheiro, em vídeo no site da Cáritas. 

Cerca de 50 pessoas, entre bispos, padres, religiosas/os, agentes das entidades Cáritas de todo o Brasil, poder público, defesa civil e convidados participam das atividades.

A programação do Seminário e da Capacitação conta com oficinas, palestras, momentos de espiritualidade, estudo de caso, debate em plenárias, trabalhos em grupo e atividades culturais.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.