Por Redação A12 Em Igreja

Simpósio em MG será dedicado ao pensamento de Edith Stein

O departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) vai realizar, de 25 a 28 de agosto de 2015, o “III Simpósio Internacional Edith Stein” com o tema ‘Pessoa e Comunidade’.

Simposio Edith Stein

Para participar do evento é preciso realizar a inscrição pelo site da Fundep (UFMG) a partir do dia 15 de maio. O valor da taxa de inscrição será diferenciado segundo duas categorias: graduandos e graduados (qualquer outra situação será alocada entre os graduados).

Segundo o professor e membro da equipe de coordenação do evento, Moisés Rocha Farias,  todas as atividades programadas para o encontro serão desenvolvidas por quatro conferencistas internacionais, com tradução. Estão confirmados mais de trinta doutores brasileiros de diversas universidades, 14 mesas redondas e três minicursos.

Além dessa modalidade, a organização ainda oferece a opção de os participantes apresentarem suas propostas de comunicação, que serão avaliadas pelo Comitê Científico do Simpósio.

Sendo um evento acadêmico, há alguns padrões a seguir para o envio de trabalhos, explica Moisés, acrescentando que todas as normas podem ser encontradas no site do evento. Ele adianta que a data limite para o envio de trabalhos será 30 de abril.

A organização do simpósio destaca ainda que a produção mais relevante do evento será publicada em formato de livro referente às conferências, mesas redondas e comunicações.

Edith Stein

Edith Stein foi filósofa e teóloga alemã. De origem judia, converteu-se ao catolicismo e se tornou carmelita descalça. Ela foi a primeira mulher a defender uma tese de filosofia na Alemanha, foi discípula e assistente de Edmundo Husserl, o fundador da fenomenologia. Morreu, aos 51 anos, no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau. Em 11 de outubro de 1998, foi canonizada pelo Papa João Paulo II como Santa Teresa Benedita da Cruz.

Diante do crescente interesse pela fenomenologia desenvolvida por Edith Stein, por parte de diversos campos do saber, no Brasil, assim como em todo o mundo, os “Simpósios Internacionais Edith Stein” buscam aprofundar o debate sobre a atualidade do pensamento steniano, bem como o intercâmbio entre as diversas universidades brasileiras e estrangeiras que têm se ocupado com pesquisas sobre ela.

“A fenomenologia é uma corrente filosófica que estuda o fenômeno, aquilo que aparece, que se manifesta. Esse método não está limitado ao campo da Psicologia, pois podemos utilizá-lo em diversas áreas do conhecimento. Teve seu início com Edmund Husserl e influenciou grandes pensadores, bem como São João Paulo II, que, além de Papa, foi um grande filósofo”, explicou Farias.

De acordo com o professor, o simpósio utiliza-se da corrente filosófica de Edith Stein para argumentar e trabalhar nos encontros assuntos abordados por ela em seus textos sobre a condição humana, sua constituição, seus desdobramentos, sejam eles sob os aspectos individuais, comunitários, civis, científicos e religiosos.

“O Simpósio quer contribuir de maneira concreta para que possamos desenvolver nosso potencial humano”, reforçou.

O evento é uma oportunidade para as pessoas que desejam conhecer o pensamento de Edith Stein e também para aqueles que já conhecem, a fim de que possam se aprofundar nos estudos científicos que a cercam.

Esse simpósio já foi realizado no ano de 2011, na Universidade Estadual do Ceará, em Fortaleza; e em 2013, na Universidade Católica de Salvador, na Bahia.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.