Por Frei Rinaldo, osm Em Igreja

Síndrome de Guillain-Barré (SGB)

 

Síndrome de Guillain-Barré

Queridos leitores. Deus os abençoe com toda sorte de saúde física e espiritual. Neste mês vamos falar de uma doença que provoca formigamento, fraqueza muscular e, em alguns casos, até a paralisia total do nervo.

Trata-se da Síndrome de Guillain-Barré, uma doença do sistema nervoso periférico, que compromete o revestimento do nervo (a capa do nervo – bainha de mielina). Guillain, Barré e Strohl foram três médicos franceses que descobriram tal doença em 1916.

Pesquisas recentes constataram que entre os vários agentes causadores, encontra-se a Salmonella Typhi, que nós conhecemos por Zika Virus, do mesmo mosquito da Dengue, o Aedes Aegypti. A doença aparece com mais frequência nos homens e nas pessoas de idade avançada.

Os principais sintomas causados pela doença, são:

  • Perda dos reflexos nos braços e nas pernas
  • Pressão arterial baixa (hipotensão)
  • Dormência
  • Perda da sensibilidade muscular
  • Descontrole dos movimentos (quedas)
  • Visão turva, desmaios, vertigens
  • Dificuldades de movimentação
  • Contrações musculares
  • Dificuldades para respirar e para engolir
  • Dores pelo corpo (pés e mãos, principalmente)
  • Arritmias e palpitações cardíacas
  • Disfunção do sistema nervosa autonomo
  • Alterações nos movimentos dos olhos

A doença pode aparecer em qualquer parte do corpo, braços, pernas, cabeça e seu quadro de piora evolui muito rápido. O médico especialista é o neurologista por se tartar de uma neuropatia. O diagnostico não é fácil e o paciente é submetido a uma série de exames clínicos e laboratoriais (eletrocardiograma, punção pulmonar, eletromiografia, hemograma, exames imunológicos…) entre outros.

Infelizmente ainda não existe cura para esta síndrome, porem, há tratamentos disponíveis que reduzem os sintomas acima. Se não for tratada em tempo, o quadro de saúde complica ainda mais devido a rapidez de sua evolução. A recuperação é lenta e pode demorar semanas, meses ou anos, porém, com o tratamento em dia, as pessoas não perdem sua qualidade de vida.

Estudos revelam que a taxa de mortalidade é de 2% a 5% causada pela paralisia respiratória, parada cardiaca e complicações no tratamento. Por isso é fundamental o controle e o combate ao mosquito Aedes Aegypti, pois ele também faz surgir essa doença, essa síndrome. Deus os abençoe a todos e cuidem bem da saúde.

Cuidar do corpo é um ato de respeito a Deus, que nos criou e quis morar em nós, fazendo do nosso corpo, um templo do Espírito Santo de Deus.

Com carinho

Assinatura Frei Rinaldo ATUALIZADA colunista

Escrito por
Assinatura pequena Frei Rinaldo Colunista.png
Frei Rinaldo, osm

Frei Rinaldo, osm

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.