Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 29 NOV 2018 - 13H39

Evangelho em Libras |1º Domingo do Advento – Ano C

Reflexão: Padre Luiz Camilo Junior - C.Ss.R

Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

(Lc 21,25-28.34-36)

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: “Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas.

Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas.

Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas.

Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória.

Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação esta próxima.

Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra.

Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficardes em pé diante do Filho do Homem”.

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós Senhor.

Reflexão

Estamos iniciando o tempo do Advento e, com ele,  um novo ano litúrgico, no qual rezaremos a vida e a missão de Jesus a partir do Evangelista Lucas. O Advento é um tempo especial, onde nos preparamos para a vinda do Senhor. Por isso, é um tempo de esperança.

No Advento, a Palavra de Deus faz apelos fortes de conversão, de abertura do coração para que a graça de Deus possa agir em nossa vida. É tempo de preparar bem o coração, pois é nele que Jesus quer nascer e permanecer. O Evangelho deste primeiro domingo do Advento fala dos sinais que somos chamados a perceber para reconhecer que a salvação se aproxima. O Evangelho fala destes sinais teofânicos (sinais no sol, na lua e nas estrelas).

Estes sinais não são para gerar medo, mas sim para fazer nascer uma renovada esperança. Estes sinais devem ser olhados com a certeza de que Deus vem ao encontro do povo com seu projeto libertador. É Deus que se encarna e vem habitar no meio de nós, e quem tem Deus junto de si, não tem o que temer.

É tempo de esperança de um mundo novo, onde as coisas que não são de Deus terão um fim. Assim, o tempo do Advento é tempo forte de oração e mudança de vida, pois o tempo da salvação é no agora da vida.

.:: Acesse a liturgia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.