Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 02 OUT 2019 - 08H46

Evangelho em Libras | 27º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Intérprete: Simone Vecchio
Reflexão: Padre Marcelo Magalhães

(Lc 17,5-10)


Naquele tempo, os apóstolos disseram ao Senhor: “Aumenta a nossa fé!”

O Senhor respondeu: “Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostarda, poderíeis dizer a esta amoreira: ‘Arranca-te daqui e planta-te no mar’, e ela vos obedeceria.

Se algum de vós tem um empregado que trabalha a terra ou cuida dos animais, por acaso vai dizer-lhe, quando ele volta do campo: ‘Vem depressa para a mesa?’

Pelo contrário, não vai dizer ao empregado: ‘Prepara-me o jantar, cinge-te e serve-me, enquanto eu como e bebo; depois disso tu poderás comer e beber?’ Será que vai agradecer ao empregado, porque fez o que lhe havia mandado?

Assim também vós: quando tiverdes feito tudo o que vos mandaram, dizei: ‘Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer’”.

— Palavra da Salvação. 
— Glória a vós, Senhor! 

Reflexão

A liturgia de hoje nos convida à fé e à fidelidade, ao compromisso de cristão para mergulharmos cada vez mais a nossa experiência em Cristo. 

O evangelho de Jesus ele vai nos provar, nos incentivar, nos dar, é claro, direções. Quando relata a pergunta dos discípulos "Senhor aumentai a minha fé!", é um pedido daquele que tendo uma fé espera que o Senhor lhe ajude a compreender melhor, a fazer melhor e testemunhar melhor. O pedido dos discípulos já diz eu tenho fé, mas me ajude a entender melhor.

Existem certas coisas que somente pela fé conseguimos entender e Jesus está nos dizendo que se de fato conhecemos, se de fato temos fé, nós vamos dizer à amoreira como relata no Evangelho: "saia-te daqui e planta-te ao mar", é nesse sentido que se a nossa fé, mesmo sendo pequena, mas sendo verdadeira, ela acontece, ela se manifesta e ela se revela a nós.

 

"Como cristãos, tendo fé, nós não somos pessoas sem esperança, ...nós não somos o que o mundo quer que sejamos, mas nós sabemos O Caminho, A Verdade e A vida que estamos seguindo, que é o próprio Cristo".

É nesse sentido que a Palavra de Deus pede que nós sempre tenhamos uma fé verdadeira, por mais simples que seja ela precisa revelar o cristão que somos, nos colocar sobre tudo à presença de Deus, para que possamos ser coerentes com aquilo que falamos e com aquilo que fazemos, a fé é testemunhal, as pessoas precisam olhar para nós sentir essa presença.

A fé é mergulhada também no sentido de nos ajudar a passar pelas provações desse mundo, algumas coisas vão pedir de nós uma fé com os pés no chão, uma fé como Jesus vem nos ensinar, que não façamos somente aquilo que está mandado, mas que possamos ir além, enxergar além, caminhar além, é esse sentido que Jesus nos mergulha, para que não façamos somente o que é mandado, não ficarmos estacionados, parados, mas que possamos sempre mais mergulhar no seu projeto.

A fé move montanhas, a fé modifica o nosso jeito cristão de ser, e sobretudo nos faz entender os projetos de Deus para a nossa vida.

Como cristãos, tendo fé, nós não somos pessoas sem esperança, nós não somos desacreditados, nós não somo egoístas, nós não somos o que o mundo quer que sejamos, mas nós sabemos O Caminho, A Verdade e A vida que estamos seguindo, que é o próprio Cristo.

.:: Liturgia

.:: Deus Conosco 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.