Por Evangelho em Libras Em Evangelhos

Evangelho em Libras | 4º Domingo da Quaresma – Ano A

Reflexão: Pe. Marcelo Magalhães - C.Ss.R
Interprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha


Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

Jo 9,1.6-9.13-17.34-38

Naquele tempo, ao passar, Jesus viu um homem cego de nascença. E cuspiu no chão, fez lama com a saliva e colocou-a sobre os olhos do cego. E disse-lhe: “Vai lavar-te na piscina de Siloé” (que quer dizer: Enviado). O cego foi, lavou-se e voltou enxergando.
Os vizinhos e os que costumavam ver o cego — pois ele era mendigo — diziam: “Não é aquele que ficava pedindo esmola?” Uns diziam: “Sim, é ele!”
Outros afirmavam: “Não é ele, mas alguém parecido com ele”. Ele, porém, dizia: “Sou eu mesmo!”
Levaram então aos fariseus o homem que tinha sido cego. Ora, era sábado, o dia em que Jesus tinha feito lama e aberto os olhos do cego. Novamente, então, lhe perguntaram os fariseus como tinha recuperado a vista.
Respondeu-lhes: “Colocou lama sobre os meus olhos, fui lavar-me e agora vejo!”
Disseram, então, alguns dos fariseus: “Esse homem não vem de Deus, pois não guarda o sábado”. Mas outros diziam: “Como pode um pecador fazer tais sinais?”
E havia divergência entre eles. Perguntaram outra vez ao cego: “E tu, que dizes daquele que te abriu os olhos?” Respondeu: “É um profeta”.
Os fariseus disseram-lhe: “Tu nasceste todo em pecado e estás nos ensinando?” E expulsaram-no da Comunidade.
Jesus soube que o tinham expulsado. Encontrando-o, perguntou-lhe: “Acreditas no Filho do Homem?” Respondeu ele: “Quem é, Senhor, para que eu creia nele?” Jesus disse: “Tu o estás vendo; é aquele que está falando contigo”. Exclamou ele: 38“Eu creio, Senhor!” E prostrou-se diante de Jesus.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

REFLEXÃO
O quarto domingo da quaresma é também conhecido como domingo da alegria, pois sinaliza os sinais da Páscoa que se aproxima.
A luz é o tema central deste domingo, apresentando mais um símbolo que ajuda na preparação daqueles que receberão o batismo na noite da vigília pascal, mas que ajuda também na nossa missão de batizados em preparação a Páscoa do Senhor.
O Evangelho fala da cura do cego de nascença e mostra que Deus nos resgata e nos oferece uma vida nova, transformando nossas realidades. No batismo nascemos para uma vida nova, para enxergar as coisas de Deus e enxergar com o olhar de Deus. Porém não basta só receber o batismo, é preciso também se fazer discípulo, como fez o cego do Evangelho, que ao enxergar Jesus quis permanecer com ele.
Ao curar o cego de nascença, em dia de sábado, Jesus suscitou uma polêmica na comunidade, que o criticou por julgar que ele não observava as leis. Mas aquele que recebeu de Jesus um gesto de amor, acredita nele e sabe que todas as suas ações são feitas em Deus.
Ao curar o cego, e ao ser repreendido por isso por aqueles que preferem seguir a lei do que viver a misericórdia para com quem sofre, Jesus mostra o quanto ainda somos cegos, pois vemos tão pouco e tão pouco enxergamos daquilo que realmente é a vontade de Deus para nossa vida. Enquanto nosso olhar não ultrapassar o legalismo da religião, de leis que oprimem a vida em vez de libertá-la, não estamos prontos ainda para as obras da luz.
É preciso libertar nosso olhar, nossa consciência para enxergarmos a realidade de outra maneira, somente assim estaremos prontos para seguir Jesus. Ao ter seus olhos abertos, aquele que era cego faz sua profissão de fé e se propôs a seguir Jesus. Por isso nesta quaresma, somos chamados a olhar para dentro de nós e ver como anda a nossa profissão de fé e a nossa prática religiosa.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Evangelho em Libras, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.