Por Evangelho em Libras Em Evangelhos

Evangelho em Libras | 5º Domingo da Quaresma – Ano A

Reflexão: Pe. Marcelo Magalhães - C.Ss.R

Interprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha


Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

Jo 11,3-7.17.20-27.33b-45

Depois de Saber que Lázaro estava doente, Jesus ficou ainda dois dias no lugar onde estava. Depois disse aos discípulos: “Vamos novamente à Judeia!” Quando Jesus chegou, já fazia quatro dias que Lázaro tinha sido sepultado. Logo que Marta soube da chegada de Jesus, foi ao seu encontro, ao passo que Maria ficou em casa. Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. Mas mesmo agora sei que Deus te dará tudo quanto lhe pedires”.
Disse-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará!”
“Eu sei - disse Marta – que ele ressuscitará na ressurreição no último dia”. Jesus afirmou-lhe: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim não morrerá jamais. Crê nisso?” Marta respondeu: “Sim, Senhor ! Eu creio que tu é os cristo, o Filho de Deus, aquele que vem ao mundo”.
Jesus foi até o sepulcro. Era uma gruta, fechada por uma pedra. Então ordenou: “Retirai a pedra!” .
Retiraram, então, a pedra. Jesus ergueu os olhos para o alto e disse: “Pai, eu vos agradeço porque me ouvistes. Eu sabia que sempre me ouvis; mas falo assim por causa da multidão que me rodeia, para que creiam que vós me enviastes”. Depois destas palavras, exclamou com voz forte: “Lázaro, vem para fora!” O morto saiu. Suas mãos e pés estavam atados com faixas e seu rosto, coberto por um sudário. Jesus lhes disse: “Desamarrai-o e deixai-o andar”. Muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e presenciado o que Jesus fizera acreditaram nele.

Palavração da Salvação
Glória a vós Senhor

REFLEXÃO

Estamos chegando ao final da nossa caminhada quaresmal. No próximo domingo entraremos na dinâmica da Semana Santa, com a celebração do domingo de Ramos. Nos colocaremos mais uma vez ao pé da cruz, com Jesus, para ressuscitamos com ele.
A ressurreição de Lázaro revela o amor de Jesus, porque somente o amor consegue livrar alguém do poder da morte e conduzir à vida. Jesus era muito amigo de Lázaro e de suas irmãs Marta e Maria. Elas sabem do amor de Jesus, por isso o avisam que Lázaro estava doente.
A família de Betânia representa diferentes rostos das comunidades em seu relacionamento com Jesus. Marta é a comunidade que crê, que professa sua fé, que ao vai ao encontro de Jesus sabendo quem ele é. Maria representa a comunidade que segue, mas que ainda não está totalmente convicta. Lázaro representa a comunidade que, apesar do amor de Jesus, continua alienada, presa em suas sepulturas. Assim, Marta, Maria e Lázaro representam as diferentes atitudes que temos em relação a Jesus e suas propostas.
Por isso, este quinto domingo da quaresma nos convida a professar nossa fé no Cristo Jesus, a exemplo de Marta. Que o amor que Jesus revela pela vida de seu amigo, nos ensine a redescobrir o valor de toda a vida, e a nos colocarmos também numa atitude de compaixão e compromisso com todos aqueles que vivem em situação de sofrimento e dor. Que possamos ajudar os Lázaros de nosso tempo a saírem de seus túmulos, libertando-os dos obstáculos e amarras que os impedem de terem vida plena.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Evangelho em Libras, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.