Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 05 JUN 2019 - 14H45

Evangelho em Libras | Ascensão do Senhor - Ano C

Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha
Reflexão: Padre Marcelo Magalhães

(Lc 24, 46-53)

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Assim está escrito: O Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia, e no Seu nome, serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Vós sereis testemunhas de tudo isso.

Eu enviarei sobre vós aquele que meu Pai prometeu. Por isso, permanecei na cidade, até que sejais revestidos da força do alto”. Então Jesus levou-os para fora, até perto de Betânia. Ali ergueu as mãos e abençoou-os. Enquanto os abençoava, afastou- -se deles e foi levado para o céu. Eles o adoraram. Em seguida voltaram para Jerusalém, com grande alegria. E estavam sempre no Templo, bendizendo a Deus.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor!

Reflexão:

Os relatos da Ascensão do Senhor não querem indicar o afastamento de Jesus deste mundo. Querem sim revelar plenamente quem é Jesus conforme nos revela as Sagradas Escrituras: O Messias, sofredor, que é glorificado pelas mãos do Pai. Revelam também que a missão de Jesus deve ser continuada por todos aqueles que acolhem o seu Projeto. Em nome dele, a Boa Notícia do perdão dos pecados, mediante o arrependimento, deverá ser proclamada a todas as nações. O Espirito Santo, a promessa de Deus, é a força do alto que revestirá os discípulos missionários. Sem essa força prevalecem os interesses próprios e as ambições de poder. Confessar a fé em Jesus, que morreu, ressuscitou e subiu ao céu, é voltar o olhar para a realidade deste mundo e comprometer-se com sua transformação.

De fato, entre os apóstolos, bem como entre as comunidades cristãs, o processo de entender a pessoas de Jesus e de adesão verdadeira e profunda do seu Projeto não foi tão tranquilo como se pode pensar a primeira vista. É o que se percebe pelas relações dos discípulos diante das aparições de Jesus Ressuscitado: os de Emaús caminham um longo trecho sem reconhece-lo, pois era lentos de coração para crer no que os projetas anunciaram.

Ao apresentar-se aos onze desejando-lhes a paz ficaram tomados de espanto e temor imaginando que fosse um espirito, além de perturbados e cheios de duvidas em seus corações, a ponto de Jesus insistir para que apalpassem e entendessem. Diante dessas dificuldades é que Jesus vai nos dizer da força que vem do alto. É ela quem vai direcionar e fortalecer nossos corações nestes momentos de incertezas e dúvidas. Sejamos nós abertos de coração e acolhedores desses sinais.
Amém!

.:: Liturgia

.:: Deus conosco dia a dia 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.