Por Evangelho em Libras Em Evangelhos Atualizada em 27 MAR 2019 - 15H15

Evangelho em Libras: Corpus Christi - Ano C

Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Reflexão: Diácono Marcelo Magalhães


Deus Conosco
Editora Santuário


Evangelho escrito por Lucas (LC 9, 11B-17)


Naquele tempo, Jesus acolheu as multidões, falava-lhes sobre o Reino de Deus e curava todos os que precisavam. A tarde vinha chegando. Os doze apóstolos aproximaram-se de Jesus e disseram: “Despede a multidão, para que possa ir aos povoados e campos vizinhos procurar hospedagem e comida, pois estamos num lugar deserto”.

Mas Jesus disse: “Dai-lhes vós mesmos de comer”. Eles responderam: “Só temos cinco pães e dois peixes. A não ser que fôssemos comprar comida para toda essa gente”. Estavam ali mais ou menos cinco mil homens. Mas Jesus disse aos discípulos: “Mandai o povo sentar-se em grupos de cinquenta”.

Os discípulos assim fizeram, e todos se sentaram. Então Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, elevou os olhos para o céu, abençoou-os, partiu-os e os deu aos discípulos para distribuí-los à multidão. Todos comeram e ficaram satisfeitos. E ainda foram recolhidos doze cestos dos pedaços que sobraram.


Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor!


Hoje celebramos a Solenidade do Corpo e Sangue de Jesus. Somos convidados a buscar o essencial da nossa fé, o que nos nutre e nos faz compreender que “não vivemos somente de pão, mas de toda palavra que sai da boca do Senhor “(Dt 8, 3).


Além da fome física que homem traz dentro de si, há uma outra fome, uma fome que não pode ser satisfeita com alimentação normal. É a fome de vida, fome de amor, fome de eternidade. E o sinal do maná – como toda a experiência do Êxodo – continha em si também esta dimensão: era a figura de um alimento que satisfaz esta fome profunda que há no homem. Jesus nos dá esse alimento, mais do que isso, é Ele mesmo o pão vivo que dá vida ao mundo (cf. Jo 6,51).

Seu corpo é verdadeira comida sob as espécies do pão; o Seu sangue é verdadeiramente bebida sob as espécies do vinho. Não se trata apenas de um alimento com o qual saciamos nossos corpos, como o maná; o Corpo de Cristo é o pão que vem do céu, capaz de dar vida, e vida eterna, porque a substância deste pão é o Amor.


Na Eucaristia se comunica o amor de Deus por todos e cada um de nós: um amor tão grande que nos alimenta com o Seu próprio ser; amor gratuito, sempre disponível. Viver a experiência da fé significa deixar-se nutrir pelo Senhor e construir a própria existência não sobre bens materiais, mas sobre a realidade que não perece: os dons de Deus, a Sua Palavra e Seu Corpo.
Se olharmos à nossa volta, percebemos que há muitos que são nutridos pelo dinheiro, outros com sucesso e a vaidade, outros com poder e orgulho. O alimento que o Senhor nos oferece é diferente dos outros, e talvez ele não pareça tão saboroso como os alimentos que nos oferece o mundo.


Cada um de nós, hoje em dia, pode perguntar-se: e eu? Onde gostaria de comer? Em qual mesa eu quero me alimentar? Na mesa do Senhor? Ou sonho em comer alimentos saborosos, mas na escravidão? Qual é a minha memória? Aquela que o Senhor me salva, ou aquela da ganancia e do poder? Com qual memória sacio a minha alma a minha fome?


Que Jesus presente na Sagrada Eucaristia seja nosso verdadeiro alimento. A Ele nos dirijamos com confiança. Hoje e sempre. Amém.


Site oficial: https://www.a12.com
https://www.facebook.com/portala12
https://twitter.com/portal_a12
Contato: contato@a12.com

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Evangelho em Libras, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.