Por Marília Ribeiro Em Música Atualizada em 04 SET 2017 - 11H22

A Música católica como aliada nas práticas esportivas

esporte música

Durante a prática esportiva um aliado importante que impulsiona o atleta durante a atividade física é a música. Seja no ambiente da academia ou no fone de ouvido, a música traz ritmo e deixa o exercício mais leve e fácil de ser executado.

Neste sentindo a música católica também pode contribuir, pois são muitos os cantores que trazem em seu trabalho uma canção  de louvor animada e própria para marcar o ritmo de uma atividade física.  Para Gislaine dos Santos, 33 anos, praticante de corrida, a música faz com que ela não perceba o desgaste da atividade, pois dá a ela um ânimo extra.  “Tenho muito mais ânimo e energia quando escuto música durante os exercícios e ainda aproveito para rezar”.

Gislaine é católica e gosta de colocar em sua playlist canções variadas de cantores da música católica como Nilton Junior, Diego Fernandes, Rosa de Saron, Missionário Shalon, Toca de Assis, Tony Alisson, Diácono Nelsinho, entre outros.

::Playlist de músicas para louvar a Deus::
::Conheça alguns cantores da música católica no programa Minha Vida em Canção::

Nos percursos que realiza pelo menos três vezes por semana, os fones de ouvido são tão indispensáveis que ocupam a segunda posição do seu "kit sobrevivência da corrida". Antes deles, somente o tênis.

É por meio das canções que Gislaine encontra disposição e ânimo para correr. E ela não é uma exceção. O uso da música nas atividades físicas — sejam elas em grupo ou individuais, na água ou nas pistas, para relaxar ou para motivar— é tão frequente que despertou a curiosidade de pesquisadores em diferentes áreas.

 

A música pode elevar o humor, dar mais disposição, distrair da dor e do cansaço, aumentar a resistência e reduzir a percepção do esforço.

Estudos mostram que as melodias podem influenciar o exercício físico de diversas formas. A música pode elevar o humor, dar mais disposição, distrair da dor e do cansaço, aumentar a resistência e reduzir a percepção do esforço. Ela tem o potencial, inclusive, de melhorar o desempenho do atleta.

Segundo especialistas os sons podem ser eficientes para produzir uma sincronização das ondas cerebrais e para a execução dos movimentos do corpo. Isso pode ser produtivo para o aumento do rendimento dos exercícios. A melhora no desempenho se dá também porque as melodias podem favorecer a liberação de noradrenalina, substância que prepara o corpo para o exercício físico, aumentando a capacidade respiratória e a frequência dos batimentos cardíacos.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Música

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.