Por Redação A12 Em Notícias Atualizada em 15 OUT 2020 - 15H29

5 aprendizados que o A12 ensinou em seus 10 anos

O A12 completa 10 anos de criação,para comemorar uma década de muitas conquistas, conteúdos e informação, o portal realizou, no dia 28 de agosto, um evento on-line com o tema Transformação Digital. Inserido totalmente na realidade virtual, o evento “Conectados pela Fé” contou com a participação e palestra do Padre Pedro, Helena Ferrari e Rafael Galvão, juntos eles apresentaram diversas faces da transformação digital principalmente no ambiente religioso. A live ensinou aos internautas muitos aprendizados quanto a fé, tecnologia e o mundo digital.

Saiba quais foram essas lições e aprenda você também.

1º Aprendizado: A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL É NECESSÁRIA




A transformação digital já é realidade, e com o advento da pandemia se tornou ainda mais fundamental, as igrejas se adaptaram a mudança para continuar levando aos fiéis uma mensagem de esperança. Segundo as palavras do Padre Camilo, “O digital é sem fronteiras e alcança as mais diversas realidades”.

2º Aprendizado: A FÉ É UMA FORTE ALIADA PARA ENFRENTAR O DIA MAL

Shutterstock.
Shutterstock.


A fé e a religião são importantes aliados no enfrentamento de conflitos e períodos de crise. Esse fato é atribuído a ensinos e práticas que fomentam o afeto, saúde, bem estar, altruísmo, alegria e está ligada diretamente ao propósito e auto-realização, sentimentos que fazem bem pra alma, corpo e mente. É em busca dessas experiências que muitas pessoas procuram um acalento para o coração, uma esperança para os dias maus, um contato com o divino, algo inexplicável que está além da capacidade cognitiva do ser.

3º Aprendizado: É HORA DE HUMANIZAR

Shutterstock
Shutterstock

A pandemia causada pela Covid-19 já atingiu milhões de pessoas no mundo todo e, além dos impactos na saúde, a doença também tem causado transtornos psicológicosVidas ceifadas a todo instante, famílias desoladas, crise econômica, política e social todos esses fatores contribuem para o agravamento da situação.

É neste momento que a empatia, ou seja, o ato de pensar ou se colocar no lugar do outro a fim de entende-lo, deve ser exercida. É hora de humanizar, planejar, de corrigir os erros, de dar mais valor ao ser do que ao ter. Nesse sentido, o digital se transforma em ponte para alcançar quem está longe, é entretenimento é palavra de força para alegrar e dar cor aos dias mais cinzentos.

4ª Aprendizado: PARA ENGAJAR

Shutterstock
Shutterstock

Esse aprendizado é principalmente para instituições religiosas que desejam se aproximar ainda mais de seus fiéis e levar uma palavra de esperança, e está ligada diretamente com as palestras ministradas pelo empreendedor digital Rafael Galvão e a Consultora em Mídias Digitais Helena Ferrari. De maneira prática e eficiente, eles deram várias dicas de como engajar e conquistar o público alvo, neste caso referindo-se à igreja, mas que se aplica a outras situações também.

Um dos caminhos para alcançar mais pessoas através das mídias sociais é a definição de público alvo. É necessário conhecer o perfil, necessidades e os desejos dos mesmos, além disso deve haver uma reciprocidade, uma troca, um compartilhamento de ideais entre a instituição e o fiel. A comunicação humanizada aqui, continua sendo fundamental neste processo de busca espiritual, afinal segundo as palavras de Helena Ferrari, a espiritualidade é o momento em que a pessoa busca por algo que dê sentido à vida. Sendo assim, é possível perceber a importância que as plataformas digitais desempenham, uma palavra bem colocada, uma imagem pensada com carinho pode atingir as pessoas em diversos níveis.

5ª lição: VAI PASSAR

Shutterstock
Shutterstock


E por último, mas de maneira alguma menos relevante, o evento
“Conectados pela Fé” trouxe a esperança de dias melhores, a partilha de todo o conhecimento dos convidados que participaram, os conselhos, as mensagens de fé agregaram muito. É um momento de redescoberta, de adaptação, de reinvenção e principalmente de encontro com aquilo que é da essência do ser humano. A pandemia vai passar, e o que restará é memória dos que partiram, o conhecimento daqueles que o compartilharam e uma vontade enorme de recomeçar.

Talita Siqueira Aleixo
Estudante de jornalismo da UniFatea

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.