Por Redação A12 Em Opinião

O ser humano tem jeito para solucionar seus problemas!

Na realidade de tantos problemas no planeta, falta de água, mortes em nome de Deus, desagregação da família, exclusões sociais, fome, concentração de riquezas frente à falta dela para grandes parcelas, corrupção, políticos e outros aumentando, de modo exorbitante, os próprios salários, desvio de dinheiro público,os mensalões, os petrolões e outros desmandos, parece não ter solução essa situação. De fato, o tecido social está fragilizado, com falta de ética, altivez de caráter, honestidade e moral.

 Esperança

Há quem deseja o castigo de Deus e espera dele uma solução, já que o ser humano parece não ter limites na prática de tamanhas injustiças. A própria justiça humana tem cometido muita injustiça. Mesmo a religião às vezes é usada de modo distorcido. Muitos a fazem servir para a própria conveniência, tirando proveito financeiro à custa da boa fé das pessoas, sem obedecer aos preceitos divinos. Muitos não seguem as orientações de quem é colocado à frente da comunidade como autoridade competente e legítima. O texto bíblico até se refere a quem ridiculariza a pregação profética: “Eles zombavam dos enviados de Deus, desprezavam as suas palavras, até que o furor do Senhor se levantou contra o seu povo e não houve mais remédio”(2 Crônicas 36,16).

 

"O amor divino, porém, vem em auxílio à insensatez humana. Através do Filho de Deus temos esperança, baseados na certeza de sua pessoa, que assume nossa natureza humana".

O amor divino, porém, vem em auxílio à insensatez humana. Através do Filho de Deus temos esperança, baseados na certeza de sua pessoa, que assume nossa natureza humana. Prova-nos, com a ressurreição, que podemos confiar nele, para seguirmos seu itinerário e termos força de assumir os desafios da vida com nova perspectiva. O ser humano tem jeito para solucionar seus problemas. Basta assumir os critérios e valores inoculados por Deus na consciência humana, formada com o bem natural e clareados com a revelação de Cristo. O segredo está na aceitação da conversão para a alteridade. Esta nos faz voltar-nos para o amor ao semelhante, querendo dar de nós, mesmo com nosso sacrifício, para tornar nossa convivência de respeito à vida e à dignidade humana. A felicidade não é conquistada plena e definitivamente enquanto a buscamos com o enfoque no ter sempre mais o que é material e sensível, em detrimento do ideal proposto por Deus. Quem mais conquista progressivamente a própria realização é o que mais dá de si pelo bem do semelhante, em vista da proposta divina. Fora disso, a ilusão da felicidade plena faz a pessoa pensar e agir para se satisfazer, colocando a finalidade da vida no que é transitório.

Este tempo de preparação à Páscoa nos apresenta a necessidade de conversão para a vida nova trazida e ensinada pelo divino Mestre. Mesmo assumindo as cruzes da vida, mas com amor ao semelhante, e tendo compaixão para entendermos e irmos ao encontro de quem precisa de nossa ajuda, vencemos a batalha existencial. O que é transitório é importante, mas usado com os critérios do Criador, para promovermos o bem a todos.

A Páscoa de Jesus nos dá a certeza de que, caminhando com Ele, temos a chave do segredo da vida realizadora. Ele lembra que veio para servir. Se também o fizermos, vemos que há o único jeito de consertarmos o ser humano e toda a sociedade. O altruísmo faz bem a quem dá de si pelo outro. Teremos mais entendimento, colaboração, formação do bom caráter, certeza de que somos grandes e importantes quando ajudamos a tornar a cidade terrestre uma terra de irmãos que se amam e pensam uns nos outros. A Páscoa de verdade então acontece na sociedade!

Dom José Alberto Moura
Arcebispo de Montes Claros (MG)

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Opinião

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.