Por Luciana Gianesini Em Redação A12 Atualizada em 27 MAI 2019 - 10H28

Redação A12 ao vivo tira dúvidas sobre Maria

No Redação A12 o Vivo da última sexta-feira (24), Eduardo Gois recebeu o Diretor do A12, Padre Camilo Júnior, para responder às duvidas mais comuns em relação a Nossa Senhora. Para encerrar o mês mariano, o A12 selecionou as dúvidas mais frequentes enviadas pelos internautas sobre o assunto, para que o padre pudesse ajudar a tirá-las.

Renan Ventura
Renan Ventura


A primeira pergunta se referia à
morte de Maria. Padre Camilo, usa de dois dogmas marianos para responder à pergunta: "Maria não morreu?". O missionário redentorista explica que os dogmas da Imaculada Conceição, que a fez toda isenta de pecado, e também o dogma da Assunção, quando Maria foi levada em corpo e alma para o céu, respondem a essa dúvida, uma vez que, como Maria não pecou, ela também não passou pela experiência da morte. Jesus também não pecou, porém assumiu os pecados da humanidade e, por isso, passou pela morte, que é consequência do pecado.

A segunda pergunta refere-se às poucas vezes em que Maria é citada na Bíblia. Pe. Camilo explica que a centralidade do Evangelho é Jesus. Ele é a Palavra que se fez carne e veio viver entre nós. Entretanto, Maria é a Virgem do Silêncio, é aquela cuja presença fala. Um desses momentos é, justamente, aos pés da cruz de Jesus, mostrando a íntima ligação entre ela e seu Filho. Maria foi um coração orante; rezava pelo Filho. A figura de Maria é para falar do Cristo, é Ele quem deve aparecer.

Em seguida, o sacerdote respondeu sobre por que Jesus chamava Maria de "mulher", em vez de "mãe". ele explica a simbologia existente nessa expressão. Na Bíblia, esta imagem aparece quatro vezes:

a) A primeira em Gênesis 3,15: "Porei inimizade entre ti e a mulher, entre tua descendência e a descendência dela: esta te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar”.

b) Depois, no Apocalipse 12,1: "Um grande sinal apareceu no céu: uma Mulher vestida com o sol, tendo a lua sob os pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça". 

Portanto, ela aparece no início e no fim da narrativa da Salvação.

Em seguida, particularmente nos Evangelhos:

c) Em João 2, 4b, no episódio das Bodas de Caná: “Mulher, que importa isso a mim e a ti? Minha hora ainda não chegou”.

d) Também no Calvário: "Jesus, vendo sua mãe e, perto dela o discípulo que amava, disse a sua mãe: Mulher, eis aí teu filho'” (João 19, 26)

Essa expressão faz referência, portanto, àquela que é escolhida por Deus para realizar Seu projeto. Maria é a mulher do "sim", é quem reconstrói a aliança de amor que, desde o início, Deus quis fazer com a humanidade. Por isso também que o Anjo, no momento da Anunciação, diz: Entrando onde ela estava, disse-lhe o anjo: “Alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo”. (Lucas 1,28b).

Padre Camilo também respondeu sobre o fato de outras religiões dizerem que "Maria é somente uma mulher qualquer". Ele explica que a grandeza de Maria está, justamente, na sua simplicidade. Entretanto, Maria e Jesus são inseparáveis, pois Ela foi a primeira que acolheu e acreditou na salvação dada a nós por Deus, através de Jesus. Ela nos ensina a termos um coração sempre disponível à vontade de Deus.

Ainda em relação aos questionamentos de outras denominações religiosas, que dizem que nós católicos "adoramos Maria", o padre explica que a adoração é uma atitude que nós só oferecemos a Deus, assim como os Mandamentos nos recomendam. A adoração é o ato de reconhecer Deus como Criador de tudo, e também agradecer a Deus pela dádiva da Criação. Maria também é criatura, assim como nós. Para com Maria e os santos, nós vivemos a atitude da veneração, que consiste em reconhecer pessoas que viveram a plenitude da adoração a Deus. Dentre todas as criaturas, Maria foi, justamente, quem melhor adorou ao Senhor. Veneramos a Ela e aos santos, porque suas vidas nos ensinam a ser de Deus.

A pergunta seguinte faz menção aos inúmeros títulos de Maria, o que pode gerar alguma confusão. Maria é uma só; seu primeiro título, que deve estar sempre em mente, é "Maria de Nazaré". Os demais títulos nos devem levar sempre para Maria de Nazaré, como formas carinhosas que o povo foi dando a Ela ao longo da história, conforme sua presença se manifesta em meio ao povo de diferentes lugares, povos e devoções. Com todas essas manifestações, Maria quer dizer-nos somente que é nossa Mãe, para ser expressão do Amor de Deus, que cura nossas feridas.

Em seguida, um internauta enviou pelo YouTube a seguinte pergunta: "Quando o Anjo disse a Maria 'Não temas!', significa que, em algum momento, Ela teve medo?". Padre Camilo afirma que, como humana, assim como nós, Ela certamente sentiu insegurança, chorou, ficou aflita... Porém, o anjo, como enviado de Deus, a acalmou, dizendo que confiasse em Deus. Jesus repete essa mesma frase diante de várias situações em que os discípulos sentiram medo, porque ele nos paralisa. Porém, nossa confiança em Deus deve ser maior que todo medo que enfrentarmos em nossa missão, por Jesus mesmo diz: "E eu estou convosco todos os dias, até o fim do mundo!" (Mateus 28, 20b)

Ao final, Eduardo Gois leu algumas mensagens em razão do aniversário natalício do Padre Camilo, celebrado no último dia 23. Ele, que tem uma irmã gêmea, agradeceu às bençãos recebidas em dobro pela sua família. O padre também lembrou que o tema mariano veio coroar o final deste mês de maio, dedicado a Nossa Senhora, convidando a todos para acompanharem a cerimônia de Coroação de Nossa Senhora pela TV Aparecida, que acontece no dia 31 de maio, Festa da Apresentação de Maria, às 10h, no programa "Com a Mãe Aparecida".

Assista ao vídeo, na íntegra, abaixo:

💌 Gostou desse bate-papo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos na redes sociais.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Luciana Gianesini, em Redação A12

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.