Por Redação A12 Em Santo Padre Atualizada em 03 JAN 2019 - 09H34

Agenda do Papa para 2019 inclui Emirados Árabes Unidos, JMJ e Marrocos

A agenda do Papa Francisco para o ano de 2019 é intensa. Fazem parte dessa programação os Emirados Árabes Unidos, Panamá, Marrocos, Bulgária e a República da Macedônia.

shutterstock
shutterstock
Agenda do Papa Francisco para 2019 é intensa.


JMJ do Panamá

:: Agenda do Papa Francisco para a JMJ Panamá 2019

De 23 a 28 de janeiro o Papa faz a sua primeira viagem do ano ao Panamá, para participar da 34ª Jornada Mundial da Juventude com o tema “Eis a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra”.

Viagem aos Emirados Árabes Unidos

De 3 a 5 de fevereiro, o Papa Francisco viajará aos Emirados Árabes Unidos. Será o primeiro Pontífice a visitar o país. O tema da visita é “Fazei de mim um instrumento de vossa paz”, extraído da Oração de São Francisco de Assis. O evento será centralizado na importância do diálogo inter-religioso e da fraternidade entre os fiéis das várias religiões. O ano de 2019 foi declarado pelas autoridades dos Emirados o “Ano da Tolerância”, com o objetivo de promover uma cultura que se afaste de qualquer tipo de fundamentalismo.

O Conselho dos Cardeais e a reforma da Cúria

De 18 a 20 de fevereiro, será realizada no Vaticano a 28ª Reunião do Conselho dos Cardeais. O tema central será o projeto de revisão da Constituição Pastor Bonus, sobre a Cúria Romana. Em dezembro passado, uma nova proposta da Constituição Apostólica, com o título Praedicate Evangelium, foi entregue ao Santo Padre. O objetivo é tornar este organismo de governo mais apropriado às exigências de uma Igreja em saída, profundamente missionária.

O encontro no Vaticano contra os abusos

Um evento muito esperado para este ano é o encontro sobre o problema dos abusos, no Vaticano. O Papa encontrará todos os presidentes das Conferências Episcopais do Mundo para falar da prevenção dos abusos contra menores e adultos vulneráveis. Um encontro fundamental para a luta contra os abusos de poder, de consciência e sexuais cometidos por expoentes da Igreja. Ao encontrar a Cúria, em dezembro passado, Francisco pediu que os casos não sejam silenciados, mas trazidos objetivamente à luz, “porque o maior escândalo nesta matéria é o de encobrir a verdade”, acrescentando aos que cometem abusos: “convertei-vos, entregai-vos à justiça humana e preparai-vos para a justiça divina”.

Visita ao Marrocos

Nos dias 30 e 31 de março, o Papa irá ao Marrocos, depois de 33 anos da histórica vista de São João Paulo II, em 19 de agosto de 1985. Na ocasião, o papa polonês encontrou 80 mil jovens muçulmanos no estádio de Casablanca, num evento que nunca tinha acontecido antes no diálogo entre cristianismo e islã.

Papa na Bulgária e Macedônia

De 5 a 7 de maio, o Papa visitará a Bulgária e a República da Macedônia. Na Bulgária, visitará as cidades de Sófia e Rakovski. O tema da viagem é “Pacem in Terris”, recordando a famosa encíclica de São João XXIII, primeiro visitador e Delegado Apostólico na Bulgária.

Na República da Macedônia, o Papa visitará a cidade de Escópia, cidade natal de Santa Teresa de Calcutá, fundadora das Missionárias da Caridade. O tema da visita, que no logotipo se apresenta em macedônio e inglês, é: “Não temas, ó pequeno rebanho” (Lc 12, 32).

+ sobre o Papa Francisco

O Papa quer visitar o Japão

Já no ano passado, o Papa Francisco anunciou a sua vontade de visitar o Japão em 2019: “Espero que seja possível”, disse à associação japonesa “Tensho Kenoh Shisetsu Kenshoukai”, recordando que há mais de 400 anos, em 1585, quatro jovens japoneses chegaram a Roma, acompanhados por alguns missionários jesuítas, para visitar o então Papa Gregório XIII. Na ocasião, Francisco disse: “Os europeus encontraram os japoneses, e os japoneses encontraram a Europa e o coração da Igreja Católica. Um encontro histórico entre duas grandes culturas e tradições espirituais, que devemos conservar na memória”.

O Sínodo para a Amazônia

Entre os encontros importantes de 2019, destaca-se a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-amazônica, que será realizada em outubro. Participam sete Conferências Episcopais e nove países da região amazônica. Papa Francisco deseja que se discuta o tema: “Amazônia, novos caminhos para a Igreja e para uma Ecologia Integral”. Mas o encontro não será apenas sobre ecologia: serão tratados importantes temas eclesiais.

Um ano de fraternidade ao serviço da paz

O ano de 2019 começou com o Dia Mundial da Paz. Na sua mensagem, Francisco convidou a colocar a política ao serviço da paz: “A paz parece-se com a esperança de que fala o poeta Charles Péguy; é como uma flor frágil, que procura desabrochar por entre as pedras da violência. Como sabemos, a busca do poder a todo o custo leva a abusos e injustiças. A política é um meio fundamental para construir a cidadania e as obras do homem, mas quando aqueles que a exercem não a vivem como serviço à coletividade humana, podem tornar-se instrumento de opressão, marginalização e até destruição”.

:: Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Paz 2019

Na sua Mensagem de Natal, o Papa lançou votos de fraternidade que valem para o ano de 2019: “Fraternidade entre pessoas de todas as nações e culturas. Fraternidade entre pessoas de ideias diferentes, mas capazes de se respeitar e ouvir umas às outras. Fraternidade entre pessoas de distintas religiões, porque Deus é um Pai bom e nós somos todos irmãos”.

Fonte: Vaticannews

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.