Por Redação A12 Em Santo Padre

Santa Sé assina acordo com o Timor Leste

No contexto das celebrações dos 500 anos de evangelização da República Democrática do Timor Leste, foi assinado nesta sexta-feira (14), no Palácio do Governo de Dili, o Acordo entre a Santa Sé e o Timor Leste. Foram signatários pela Santa Sé, o Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, e pelo Timor Leste, o Primeiro Ministro Rui Maria de Araújo. O ato contou com a presença de inúmeras autoridades civis e religiosas.

Foto de: Governo do Timor Leste. 

acordo_credito_governo

Primeiro-Ministro de Timor-Leste, Rui Maria de Araújo, e o Cardeal Secretário de Estado
do Vaticano, Pietro Parolin, assinam o acordo que estabelece o quadro jurídico
das relações da República Democrática de Timor-Leste com a Santa Sé e a Igreja Católica.

 

O Acordo é fruto das boas relações entre a Santa Sé a República Democrática do Timor Leste e do papel histórico e atual desempenhado pela Igreja Católica à serviço do desenvolvimento da pessoa humana no país. O acordo define e garante o estatuto jurídico da Igreja Católica e regula os vários âmbitos, entre os quais, o matrimônio canônico, os lugares de culto, as instituições católicas de instrução e de educação, o ensino religioso nas escolas, a atividade assistencial-caritativa da Igreja, o cuidado pastoral nas forças armadas e nas instituições penitenciárias e hospitais, e o regime patrimonial e fiscal. Com um Preâmbulo e mais 26 Artigos, o Acordo entrará em vigor com a troca de instrumentos de ratificação. O processo da sua elaboração teve início em 2006. 

Depois da cerimônia de assinatura do Acordo, o Cardeal efetuou visitas de cortesia ao Parlamento Nacional e ao Palácio Presidencial. Pietro Parolin visitará ainda o Arquivo e Museu da Resistência Timorense, antes de participar de uma Missa, na Catedral de Díli, no início da noite, aberta à comunidade.

O evento central do último dia da visita do cardeal ao país, será a Celebração Eucarística pelo quinto centenário de evangelização do povo de Timor, na manhã de sábado (15), em Tasi Tolu.

Foto de: Governo do Timor Leste. 

acordo_credito_governo

Cardeal Secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, no Parlamento Nacional.

 

Referência fundamental

O Primeiro-ministro Rui Maria de Araújo destacou que a Igreja Católica “continua” a ser uma referência fundamental para a população pela “manifestação de apoio nos caminhos do desenvolvimento nacional”, sobretudo na área da educação.

“Tudo isso justifica que Timor-Leste seja o país com maior percentagem de população católica em todo o mundo”, frisou.  

.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.