Por Redação A12 Em Santo Padre Atualizada em 27 AGO 2018 - 10H10

Roma sediará próximo Encontro Mundial das Famílias

Papa Francisco encerrou o Encontro Mundial das Famílias em Dublin e fez um novo pedido de perdão pelos abusos cometidos na Igreja irlandesa

Roma será a sede do 10º Encontro Mundial das Famílias, em 2021. O anúncio foi feito pelo prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, Cardeal Kevin Farrell, ao final da Missa presidida pelo Papa Francisco neste domingo (26), no encerramento do encontro em Dublin, na Irlanda.


A missa no Phoenix Park, em Dublin, encerrou o Encontro Mundial das Famílias, motivo da visita do Papa Francisco à Irlanda.

No ato penitencial, o Papa voltou a pedir perdão por todos os tipos de abusos cometidos por “membros qualificados” da Igreja, em instituições administradas por religiosos e religiosas e por membros da hierarquia, que permaneceram em silêncio. O pedido é fruto do encontro que o Pontífice realizou no sábado (25) com oito vítimas irlandesas.

”Que o Senhor mantenha e faça crescer este estado de vergonha e arrependimento e nos dê a força para nos comprometer a trabalhar para que nunca mais aconteçam e se faça justiça.”

O Filho de Deus, afirmou ainda Francisco, se encarnou neste mundo por meio de uma família e, em cada geração, através do testemunho das famílias cristãs, tem o poder de romper todas as barreiras para reconciliar o mundo com Deus e fazer de nós aquilo que, desde sempre, estamos destinados a ser: uma única família humana.

Perdão difícil

Todavia, reconheceu o Pontífice, a tarefa de dar testemunho desta Boa Nova não é fácil e sempre haverá pessoas que se oporão a ela.

Mas podemos seguir o exemplo de São Columbano e de seus companheiros irlandeses e jamais nos deixar “influenciar ou desanimar pelo olhar gelado da indiferença ou pelos ventos borrascosos (violentos) da hostilidade”.

“Como permanece difícil perdoar àqueles que nos magoam! Que grande desafio continua a ser o acolhimento do migrante e do estrangeiro! Como é doloroso suportar a desilusão, a rejeição ou a traição! Como é incômodo proteger os direitos dos mais frágeis, dos nascituros ou dos mais idosos, que parecem estorvar o nosso sentido de liberdade!”

Orações

No final da Celebração Eucarística, o Pontífice fez um agradecimento a todos os que contribuíram para a realização da viagem.

“Um ‘obrigado’ muito sentido quero ainda expressar a todas as pessoas que rezaram por este Encontro: idosos, crianças, religiosos e religiosas, doentes, reclusos... Estou certo de que o sucesso da iniciativa se deve às orações, simples e perseverantes, de todos eles. Obrigado a todos. Que o Senhor os recompense!”

Fonte: Vatican News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.