Por Redação A12 Em Santo Padre

Conferência discute necessidade moral e religiosa do desenvolvimento sustentável

A Pontifícia Academia das Ciências promove nesta terça-feira, 28,  no Vaticano, junto com a ONG “Religion for Peace” uma Conferência sobre mudanças climáticas e religiões sobre o tema “Proteger a Terra, enobrecer a humanidade. As dimensões morais das mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável”.

Encontro Vaticano

O encontro foi aberto pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon (foto), pelo Presidente do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz, Cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, e pelo Chanceler das Pontifícias Academias das Ciências, Dom Marcelo Sánchez Sorondo. 

Participam do encontro aproximadamente 60 representantes, entre eles cientistas, chefes de Estado, especialistas em desenvolvimento acadêmico, empresários e cerca de 20 líderes religiosos. 

“O debate quer informar e chegar a um consenso sobre o fato de os valores do desenvolvimento sustentável serem coerentes com os valores das principais tradições religiosas, sempre com atenção especial aos mais vulneráveis”, adianta a Academia Pontifícia das Ciências.

Ao final, a Conferência irá divulgar uma declaração conjunta sobre a necessidade moral e religiosa do desenvolvimento sustentável, respeito pelo ambiente e pelas pessoas, especialmente pelos pobres, os excluídos, as vítimas do tráfico e da escravidão moderna, as crianças e as gerações futuras. 

O simpósio acontece às vésperas da publicação da nova encíclica do Papa Francisco sobre o ambiente, que está prevista para o mês de junho. 

Até dezembro, em Paris, irão acontecer diversos eventos destinados a definir um novo acordo climático global pós-2020, centrado na redução de emissões para limitar o aumento médio de temperatura em 2º.

Encontro com Ban Ki-moon

Papa encontra Ban Ki-moonAntes da Conferência, o Papa Francisco encontrou o Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, na sede da Pontifícia Academia das Ciências. 

O diretor da Rádio Vaticano, padre Federico Lombardi, informou que o secretário agradeceu ao Santo Padre por ter aceitado discursar na Assembleia das Nações Unidas no próximo dia 25 de setembro. Padre Lombardi afirmou ainda que é grande a expectativa na ONU pelo discurso de Francisco e também pela publicação de sua próxima encíclica. Por fim, Ban Ki-Moon descreveu ao Papa alguns dos principais compromissos das Nações Unidas não somente sobre questões ambientais, como também dos migrantes e das dramáticas situações humanitárias em diversas partes do mundo. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.