Por Redentoristas Em Missionários Atualizada em 27 FEV 2018 - 15H48

Irmã Teresa Mendonça




Irmã Teresa Mendonça nasceu no dia 21 de março de 1953. Terceira filha de uma família de sete irmãos. Nasceu em uma comunidade rural, bairro dos Fójus, em São José do Alegre, MG. Estudou na escola do bairro, concluiu o primário (fundamental) no grupo Escolar de São José do Alegre. Foi aluna do primeiro curso ginasial em 1966. Fez o ensino médio em Jundiaí, na escola Pe. Anchieta, em 1978. Em 1972, cursou o Serviço Social na PUC de Campinas (SP).

Sentiu o chamado de Deus no seio de sua família, considerando também as influências da Rádio Aparecida, Jornal Santuário e Ecos Marianos. A ajuda decisiva veio em 1966, através do Pe. Elias Pereira, C.Ss.R. que era promotor Vocacional e esteve na sua cidade. Por meio dele conheceu a Congregação das Missionárias de Cristo e nela ingressou em 1969, na cidade de Jundiaí (SP).

Em 1970 fez o Noviciado e no dia 25 de março 1972, emitiu os votos religiosos temporários. E em 25 de janeiro de 1977, fez os Votos Perpétuos. No Setor de Evangelização, trabalhou junto às crianças nas entidades: Casa da Criança Nossa Senhora do Desterro e no Aprendizado Dom José Gaspar em Jundiaí – SP.

Atendendo ao carisma da Congregação, trabalhou em paróquias sem padres residentes, na coordenação das pastorais, bem como na administração de paróquias na cidade de Louveira (SP), Munhoz (MG), Elias Fausto (SP), Ouvidos e Três Ranchos (GO).

Nas Missões Redentoristas da Província de São Paulo começou em 1978, na cidade de Bragança Paulista. Já passou por 51 cidades e 75 paróquias preparando as Santas Missões Redentoristas. São 37 anos de dedicação na preparação das Santas Missões.

"Um trabalho exigente, mas muito gratificante. Servindo ao Senhor com alegria, realizando o carisma da minha Congregação e unindo aos redentoristas na missão. Tenho a convicção de estar realizando o desejo do nosso fundador D. José Gaspar de Alffonseca e Silva, que em seu coração de pastor e zelo apostólico, se preocupava com o número de sacerdotes insuficientes para atingir, sobretudo, aos empobrecidos e excluídos, os que estão nas periferias existenciais.

Sou grata à minha Congregação e aos Missionários Redentoristas por tudo, especialmente pela confiança e ajuda para, em parceria, fazer com que a Copiosa Redenção chegue aos mais variados lugares, tanto no interior, nas cidades menores, como nas grandes metrópoles". 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Missionários

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.