Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Notícias

Missões Redentoristas na Vila Jaguaré em São Paulo encerram no próximo domingo

Para que a comunidade paroquial seja, de fato, "uma Igreja em estado permanente de missão".

A terceira fase das Santas Missões na Paróquia São José, da Vila Jaguaré, começou de forma animadora e vai caminhar num ritmo bem ativo até o domingo, dia 15 de março, que para nós redentoristas é um dia muito especial, por celebrarmos São Clemente, o grande missionário da Europa no século XIX. Neste dia haverá o encerramento da terceira fase e início da quarta fase, o Tempo da Perseverança. O povo da paróquia, com certeza, se fará presente de forma ativa e expressiva, pois o primeiro dia já demonstrou isso. No dia 15 de março, cada evangelizador que está a frente de um dos Setores Missionários, junto com seus auxiliares, com as bandeiras da cor de cada comunidade, renovará o compromisso de ser um anunciador fervoroso e destemido, apesar dos desafios que a sociedade hodierna apresenta à evangelização. 

missoes_redentoristas_na_vila_jaguare_em_sao_paulo_6

Na Ação Missionária na Paróquia São José, da Vila Jaguaré, região oeste de São Paulo, no primeiro dia da terceira fase, que é o "Tempo forte de Evangelização", o trabalho foi iniciado nas comunidades Santa Luzia, Imaculada Conceição e Matriz de São José.

Na Matriz, foi até surpreendente a participação de tanta gente, com a concentração de tantas pessoas. No início da celebração houve a recepção festiva dos oito Setores Missionários que compõem a comunidade Matriz. No rosto das pessoas se notava a surpresa e, ao mesmo tempo, a alegria por vivenciar este tempo forte de evangelização, Ainda nos ritos iniciais realizou-se a recepção da “Imagem Missionária” de Nossa Senhora Aparecida, Normalmente a imagem peregrina sempre é recebida no segundo dia das missões, mas aqui, devido a realidade muito particular vivida pela paróquia, esta mudança foi uma decisão sábia e pedagógica em nível de Pastoral Missionária Extraordinária, pois a Mãe de Deus é a grande missionária que vai à frente abrindo caminhos para a evangelização extraordinária acontecer.

Depois disso a celebração prosseguiu em meio aos cânticos, orações e participação intensa de todos.

Nas comunidades de Santa Luzia, com o Pe. Toninho Dezidério, e na Imaculada Conceição, com o Pe. José Anchieta; também aconteceu uma participação expressiva das pessoas das comunidades. Durante os dias da terceira fase, todas as comunidades da paróquia serão envolvidas e atingidas por esta grande Ação Missionária, com celebrações diversificadas e participativas.

Olhando a resposta do povo no início da terceira fase, a Missão Popular, apesar de certas incertezas de alguns setores em relação à eficácia desta Ação Missionária na realidade atual da Igreja e da sociedade, percebemos que ela continua atingindo o seu objetivo. Diante da resposta pastoral do povo em relação a este trabalho evangelizador, de cunho missionário, percebemos ser a vida de comunidade uma resposta certeira contra os princípios da sociedade moderna que leva à despersonalização, ao anonimato e ao individualismo.

O trabalho evangelizador é intenso, mas o seu resultado é proporcionado pela Graça de Deus que vai envolvendo o coração do povo, fazendo acontecer a “Mística Missionária” num processo intenso de evangelização levado a cabo pelas Santas Missões Populares Redentoristas que se mostram um instrumento eficaz de evangelização, tanto dos pequenos lugarejos do interior, quanto das grandes metrópoles brasileiras.

Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R.
Equipe de Comunicação
Santas Missões

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.