Notícias

44 anos da canonização de São João Neumann, missionário da América do Norte

Escrito por Redentoristas

17 JUN 2021 - 12H13 (Atualizada em 17 JUN 2021 - 12H22)

Reprodução sao_joao_neumann (Reprodução)

No dia 19 de junho de 1977, a Congregação do Santíssimo Redentor (Missionários Redentoristas), ganhou mais um confrade que chegou às honras dos altares, São João Nepomuceno Neumann, que fora canonizado em Roma pelo Papa Paulo VI.

Na história de São João Neumann encontramos, desde a sua adolescência, sua busca por fazer a vontade de Deus. Neumann nasceu no dia 28 de março de 1811, na Boêmia, atualmente República Tcheca, sendo o terceiro de 6 irmãos. Desde o berço familiar tomou gosto pela espiritualidade, quando criança, foi autodidata, pois era muito estudioso e culto.

Em sua adolescência e juventude, João Neumann, ainda não havia se decidido quanto a sua vocação, mas realizou seus estudos de filosofia e teologia no seminário de Budweis. Assim que terminou seus estudos, João discerniu sua vocação e decidiu pedir a ordenação, mas, devido a Boêmia ter muitos presbíteros, todas as futuras ordenações foram suspendidas.

João não desistiu de sua vocação à vida presbiteral. Aprendeu inglês e escreveu aos bispos dos Estados Unidos, solicitando um pedido para ser missionário e futuramente ser ordenado padre. O pedido foi aceito, e no ano de 1836 atravessou o oceano e começou seu apostolado em terras norte americanas, na cidade de Nova York. Em junho deste mesmo ano João foi ordenado presbítero.

Leia MaisO santo imigrante São João NeumannA oração de João Paulo II a São João Neumann São João Neumann: o primeiro missionário redentorista da AméricaO padre João trabalhava sozinho nas comunidades do interior, onde não havia muito luxo, mas ele não se importava, pois passava seus dias visitando a população, os doentes, os imigrantes, ensinando catequese, se consumindo pelo Reino de Deus.

Em 1842, João Neumann pediu para ingressar na Congregação dos Missionários Redentoristas. Tendo sido aceito, ele foi o primeiro membro a entrar na Congregação Redentorista na América do Norte. Sua personalidade de homem forte e prudente o levaram a ser superior regional da Congregação e, mais tarde, nomeado bispo da Filadélfia, sendo esta Diocese extensa tanto no território, como na população.

A saúde de João sempre foi muito precária, mas não impediu o missionário de se doar pela evangelização e cuidado do povo, sobretudo os mais pobres, abandonados e imigrantes. Seu amor a Congregação era muito visível, pois mesmo sendo bispo não deixou de usar o hábito redentorista. Em 5 de janeiro de 1860, em plena atividade pastoral veio a falecer, com apenas 49 anos de idade.

O legado deste missionário, bispo e santo é um ideal a ser seguido pelos cristãos.

A trilha pela busca da santidade se constrói com pequenos atos do dia a dia, ela não é uma vaidade, pelo contrário é doação, é serviço e muitas vezes, é necessário persistência. E persistência foi a virtude que melhor São João Nepomuceno Neumann viveu, que ele nos inspire bons propósitos na busca pela santidade.

Irª. Maria Rita da Silva, MAD
Centro Redentorista de Espiritualidade – CERESP


Fonte: BOEVER, Richard. João Neumann. In Dicionário de Espiritualidade Redentorista. Goiânia: Scala Editora, 2021. p. 159-162, e outras.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.