Por Pe. José Bertanha, C.Ss.R. Em Redentoristas

Comissão do Patrimônio Histórico Provincial: O zelo pela memória

Foto de: Comissão Patrimônio CSSR-SP

Foto histórica

Registro da visita do Núncio Apostólico
em Aparecida no ano de 1917. 

A Província de São Paulo tem em sua organização uma série de organismos destinados à assessorar o Governo Provincial. Existem aqueles que têm por finalidade ajudar na animação da Vida Comunitária. Outros trabalham na área da formação inicial, na formação continuada dos confrades, na animação da Vida Espiritual e mesmo na administração e economia.

Entre todos os organismos, existe um que não se liga diretamente à animação da vida comunitária ou espiritual dos confrades como tal, que é o nosso patrimônio maior, mas destina-se a trabalhar com o nosso Patrimônio Histórico constituído por documentos, fotografias e outras peças artísticas ou não. Trata-se da Comissão do Patrimônio Histórico Provincial, que começou a ser organizada em 2003. Tem entre seus principais objetivos a catalogação, a conservação e o incremento do Patrimônio Histórico Provincial.

Em se falando de patrimônio histórico, destacamos aqui neste artigo algumas iniciativas na atuação dessa comissão, uma vez que podemos identificar ao menos três áreas que são importantes nesse campo: Arquivo histórico documental, fotografias e patrimônio histórico.

Começamos indicando alguns passos importantes que foram dados nos últimos anos no que tange ao nosso patrimônio histórico, tais como: levantamento do acervo de nossas obras de arte, planejamento de atividades da Comissão, conscientização dos confrades no sentido da conservação das mesmas obras nas comunidades, atualização dos membros da Comissão por meio de estudos e cursos, restauro, catalogação e conservação das peças do Patrimônio Histórico, catalogação e digitalização do acervo fotográfico, restauro e realização da Exposição das Obras do Irmão Bento em 2012, modernização do Arquivo Provincial.

Para o quadriênio 2015-2018 a referida comissão foi reorganizada, sendo composta agora pelos seguintes confrades: Pe. Giberto Paiva, Pe. José Bertanha e Ir. José Mauro Maciel.

ARQUIVO HISTÓRICO

O Arquivo Histórico Provincial acompanha o Governo Provincial e desde que passou a ser constituído já mudou de instalações algumas Informativo vezes, o que por si só já é prejudicial, funcionando primeiro em Aparecida, depois no Bairro da Penha, no Jardim Paulistano, na Avenida Angélica, em São Paulo, e de novo no Jardim Paulistano.

 

"Toda a documentação histórica é muito preciosa, pois parte dela se refere, por exemplo, aos primeiros anos da história da Província de São Paulo".

Em 2015, com a mudança da Casa Provincial, saindo da Rua Honório Líbero, 90, para o novo endereço à Rua Sampaio Vidal, 581, todo o material do Arquivo Provincial começou a ser preparado, porque deveria acompanhar mais uma vez o Governo Provincial, funcionando em novas instalações, que foram preparadas para isso, dotadas agora dos mais modernos recursos no campo da arquivística. Antes, lembramos que toda a documentação histórica é muito preciosa, pois parte dela se refere, por exemplo, aos primeiros anos da história da Província de São Paulo. Existem documentos ligados aos nossos fundadores.

Toda a documentação está passando por um tratamento primário nas instalações onde estava acondicionada, a fim de acompanhar a transferência, sendo colocada nas novas instalações que foram redimensionadas, prevendo o crescimento que virá nos próximos anos. Uma vez que o espaço a ser ocupado não seria muito grande, desde o início do processo ficou decidido que o acondicionamento do acervo documental seria feito em armários deslizantes, num ambiente dotado de ar condicionado e outras benfeitorias arquivísticas. Neste ambiente, os documentos, quando arquivados, já estarão devidamente higienizados, cadastrados e catalogados. Existem outros espaços, separados do acervo documental, como o escritório de trabalho, salas de higienização, depósito e triagem, que favorecem o trabalho de identificação, higienização e restauro dos documentos.

No novo Arquivo Provincial, foi previsto não somente a inclusão de novos documentos que chegam, mas também a eliminação de muitos deles, se preciso for, com as triagens periódicas que devem acontecer como em qualquer arquivo, mesmo do material já acondicionado.

Todo o acervo de nosso Patrimônio Histórico e do Arquivo Provincial pretende estar não apenas cadastrado e catalogado, mas também informatizado e digitalizado, de acordo com as possibilidades favorecendo a pesquisa e sua manipulação.

Ligado ao nosso Arquivo Histórico temos a Biblioteca da Casa Provincial e o Arquivo Documental dos confrades.

ARQUIVO FOTOGRÁFICO

Foto de: Informativo Provincial. 

comissao cssr

O primeiro material trabalhado contendo as fotos
do Seminário Santo Afonso já foi concluído e
encaminhado ao Arquivo Provincial.

Paralelo ao trabalho de informatização, digitalização e reorganização do Arquivo Provincial, abriu-se outra frente de trabalho, em laboratórios instalados no Convento Velho de Aparecida, onde está a Comunidade Padre Gebardo.

Deve-se muito ao Pe. Victor Hugo e ao Ir. José Mauro Maciel, que, no quatriênio anterior, assumiram esse trabalho como parte de suas atividades na Comissão do Patrimônio Histórico. Os álbuns fotográficos procedentes do Seminário Santo Afonso começaram a ser cuidadosamente desmontados, as fotos higienizadas, cadastradas, catalogadas e digitalizadas.

Além disso, o Ir. Maciel, quando ainda morava no Convento Velho, iniciou outro trabalho também necessário. Ele procedeu à higienização de documentos e fotos, contidos nas pastas de nossos confrades falecidos que estavam no Arquivo Provincial. Também foram devidamente acondicionados, transferidos para recipientes adequados, retornando ao Arquivo Provincial. O primeiro material trabalhado contendo as fotos do Seminário Santo Afonso já foi concluído e encaminhado ao Arquivo Provincial. Aos poucos, os álbuns de fotografias (mais de 300 mil) do Arquivo Provincial estão sendo encaminhados para esses laboratórios com a finalidade de passar pelo mesmo processo. O Pe. Victor Hugo, mesmo não integrando mais a referida comissão, continua dando assessoria a esse trabalho, principalmente no que diz respeito à redação dos inventários.

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Foto de: Informativo Provincial.

comissao cssr

Aos poucos, os álbuns de fotografias (mais de 300 mil) 
do Arquivo Provincial estão sendo higienizados,
catalogados, cadastrados e digitalizados. 

Nossa Província é possuidora de um pequeno, mas importante Patrimônio Histórico, composto de quadros, imagens, estatuária e outras peças, sobretudo, aquelas relacionadas ao nosso Irmão Bento.

Parte dessas peças que formam o patrimônio estão em algumas casas da Província. Outras obras do acervo histórico estão em Aparecida, ainda guardadas, esperando um destino no qual possam responder a sua finalidade. Algumas peças já foram devolvidas aos lugares de procedência. Sobre onde colocar as demais obras que ainda estão guardadas, não há uma decisão pronta.

A Comissão do Patrimônio Histórico busca ajudar o Governo Provincial a tomar essa decisão. Além disso chama atenção para o aproveitamento de ocasiões que aparecem de aumentar o nosso Patrimônio, como a recente aquisição de um crucifixo esculpido pelo Ir. Bento, que estava em posse de uma família em Aparecida e que no passado lhe tinha sido presenteado pelo próprio Irmão Bento.

Cada confrade, oblato ou leigo redentorista é chamado não apenas a conhecer, mas a preservar esse patrimônio, que narra nossa vida e nosso caminhar.

Pe. José Bertanha, C.Ss.R.
São João da Boa Vista

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Bertanha, C.Ss.R., em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.