Por Campanha dos Devotos Em Multimídia

O presente que Deus nos concedeu: a vida

Francisco das Neves  e seu sobinho Walysson .

O PRESENTE QUE DEUS NOS CONCEDEU: A VIDA

Meu nome é Francisco das Neves Mendes nasci em Itabira – MG. Venho relatar esse testemunho, pois meu sobrinho Walyson Mendes Gonçalves (23 anos) e eu saímos vivos de um acidente de carro.

No dia 5 de Agosto de 2016, após nossa jornada de trabalho em Mariana, pegamos a BR de Santa Bárbara sentido a Itabira, para rever a família no final de semana, contente por ser meu aniversário, mas com um pressentimento ruim.

Próximo ao trevo de Barão de Cocais, às 20H45, perdi o sentido da pista ao passar uma carreta por mim numa curva. O carro rodou e saiu da rodovia, caindo em uma ribanceira de aproximadamente 10 metros de altura, dando alguns capotes, batendo em cima de um gabiam, e em seguida caímos com o teto virado para baixo dentro do riacho.

Bati a cabeça obtendo um corte de 10 cm de comprimento por 2,5 cm de profundidade. Ficamos presos ao cinto de segurança, e meu sobrinho com a cabeça dentro d’água. Em relatos dele, disse que não conseguia se soltar do cinto e seu pensamento era a Esposa e a Filha, contou também que já estava sem ar e o afogamento era certeiro, mas conseguiu destravar-se do cinto. Ao mesmo tempo eu tentava levantar a cabeça, porém algo me impedia sendo o volante ou o painel. Então gritei por Nossa Senhora Aparecida e São Geraldo, para que nos tirasse daquela água. Já tinha entregado meu corpo, pensando que já tinha morrido, pensei: “Morrer é desse jeito? Por favor, Mãe, me ajude!”. Senti alguém puxando minha cabeça para cima, eram as mãos de Nossa Senhora.

Pelas graças de Deus, veio ao nosso socorro, um companheiro de trabalho, o Rafael, que vinha logo atrás em seu carro e presenciou o acidente. Ele e meu sobrinho me tiraram do carro comdificuldades.

Walyson foi à BR pedir socorro, ficou alguns minutos lá, até que um carro parou e tentou entender a situação, enquanto já estavam acionando o SAMU. Após a chegada do resgate, conseguiram me tirar do local com algumas atribulações e imediatamente levaram-nos para o Hospital de Barão de Cocais. Senti muitas dores na cabeça, nas pernas e nos braços, enquanto meu sobrinho teve alguns arranhões nas mãos e nos joelhos, mas passando bem. Então fui transferido para o Hospital Nossa Senhora das Dores em Itabira e fiquei internado por cinco dias.

Agradeço a Deus, a Nossa Senhora Aparecida, a São Geraldo, por ter nos salvado, e também pelo Rafael, Jotta, Renata, Médicos, Enfermeiros, Equipe do SAMU e aos moradores da proximidade, por ter nos socorrido.

Completei então, meus 51 anos de VIDA.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Campanha dos Devotos, em Multimídia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.