Por Campanha dos Devotos Em Notícias Atualizada em 16 SET 2019 - 13H41

Por que ter uma Bíblia em casa?

Neste mês da bíblia, a Loja Oficial do Santuário está oferecendo um desconto especial para os devotos que adquirirem a Bíblia de Aparecida e o Porta-Bíblia.




A
Nova Edição da Bíblia é ilustrada com as artes sacras do Santuário Nacional e seus principais pontos de visitação. Entre as 32 páginas deste livro sagrado, o devoto encontra também um breve relato sobre o encontro da Imagem no Rio Paraíba do Sul, a história da Basílica Velha e do Santuário Nacional, além da oração da Consagração a Nossa Senhora Aparecida.

Já o Porta-Bíblia traz uma imagem que recorda a arte da Cúpula Central da Cada da Mãe Aparecida. A obra, criada pelo artista plástico Claudio Pastro, foi inaugurada nas festividades do Jubileu dos 300 anos, em outubro de 2017. O Porta-Bíblia é fabricado em madeira MDF, com aproximadamente 28 cm de altura e 21 cm de largura.

A Bíblia de Aparecida e o Porta-Bíblia podem ser adquiridos na Loja Oficial do Santuário, no site: A12.com/loja ou Televendas: 0300 2 10 12 10.

Compre agora

:: Entenda um pouco mais sobre a importância da Bíblia para o fortalecimento da fé, com os esclarecimentos do padre Domingos Sávio, Missionário Redentorista e Doutor em Bíblia.

Leia MaisConteúdos catequéticos da Jornada Bíblica do Santuário de AparecidaEm quanto tempo a Bíblia foi escrita? Quem é seu organizador?

A Bíblia é um livro que foi surgindo dentro da história do povo de Israel e, certamente, o primeiro livro deve ter surgido por volta do ano 1100 a.C, e os últimos por volta do ano 100 d.C. Os primeiros escritos vieram das crônicas dos reinos que havia na época. Então nós temos, pelo menos, 1.200 anos para o surgimento da Bíblia. Os organizadores da Bíblia foram as próprias comunidades, o próprio Povo de Deus. Foram surgindo os escritos e eles foram ganhando importância para as comunidades. Foi o concílio de Trento, no século XVI, que determinou para nós, Católicos, os livros que nós temos hoje, que são 73.

Muito se fala em livros apócrifos. O que são?

São livros que nós não aceitamos como inspirados. Surgiram, principalmente, no início do cristianismo. Porém, são importantes para que possamos conhecer mais sobre o ambiente e o tempo do Novo Testamento.

Quais as diferenças entre a Bíblia dos católicos e a dos protestantes?

As bíblias protestantes têm sete livros a menos que a Bíblia católica. Os que a Bíblia protestante tem no Novo Testamento são iguais aos nossos, podemos ler sem diferença nenhuma. A diferença está no antigo Testamento. Os livros do Antigo Testamento que não existiam em hebraico e nem em aramaico, só existiam em grego, e são esses os livros que eles não aceitam. E são também os livros que os judeus passaram a não aceitar depois de certa altura.

Qual a ligação entre o Antigo e o Novo Testamento?

A grande ligação do Antigo para o Novo Testamento é Jesus. Podemos dizer que o Antigo Testamento é a Bíblia antes de Jesus e o Novo Testamento é a Bíblia a partir de Jesus. Claro que a Bíblia, tanto no Novo como no Antigo Testamento, surgiu no meio do povo. A Bíblia é, fundamentalmente, a experiência de Deus feita pelo povo. Nós temos o Novo Testamento que, para nós, é a parte mais importante da Bíblia, pois ali está Jesus. A maior experiência que podemos fazer de Deus é a partir de Jesus, é viver Jesus hoje. Mas, sem o Antigo Testamento, muita coisa do Novo a gente não entende. É uma ligação de continuidade.

Como começar a ler a Bíblia?

Se você quiser começar a ler a Bíblia, comece pelos Evangelhos, pois eles apresentam um Jesus palpável. Quase podemos tocar no Jesus apresentado pelos Evangelhos.

Como deve ser uma boa leitura da Bíblia?

Uma boa leitura da Bíblia deve ser feita na fé. Ler a Bíblia como a Palavra de Deus dirigida a nossa vida de fé. O importante não é saber quem foi Jesus historicamente, onde Ele nasceu, onde ele morreu. O importante é entender o que Ele significa para nossa vida.

Qual é a importância de Maria na Bíblia?

É fundamental. O Antigo Testamento esperou a realização das promessas de Deus. No envio do Messias, no Novo Testamento, nós vemos que todas essas promessas se concretizam através de uma mulher. E Nossa Senhora é a primeira discípula de Jesus, aquela que mais viu a realização das promessas de Deus por meio de Jesus. Ela é mãe do Messias e modelo de discipulado para nós.



18 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Campanha dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.