Por Pe. Lucas Emanuel de Almeida, C.Ss.R. Em Notícias Atualizada em 11 FEV 2019 - 13H52

Do barro nasceu a Esperança

Thiago Leon
Thiago Leon


Deus jamais abandona seu povo. Em momentos de crises e dificuldades, Deus se faz presente para nos consolar e apoiar. Nossa história pessoal e social está marcada por essa presença constante de Deus, no entanto, Ele não é facilmente percebido.

Nas histórias bíblicas podemos ver Deus agindo por meio das pessoas. Foi assim no Dilúvio com Noé, na fuga do Egito com Moisés e, mais tarde, Ele mesmo feito Homem em Jesus para salvar toda humanidade. Deus teima em permanecer no meio de nós.

Como se não houvesse bastado sua presença no mundo, nascendo, vivendo, ensinando, morrendo e ressuscitando, Ele ainda quis ser presença viva nos sacramentos que hoje a Igreja nos oferece. Assim, Ele sempre tem uma resposta de carinho para todas as situações que o Ser Humano experimenta na vida. Sua presença é misteriosa e real. Quanta coisa bonita Deus manifesta através de sinais e pessoas!

Suas manifestações de amor ganham o nosso coração também com a ternura materna, por isso, em vários momentos da História, encontramos, nas aparições de Maria, essa presença amiga de Deus. Foi assim em Lourdes testemunhado por Bernadete; em Fátima, pelos pastorinhos; em Guadalupe, por Juan Diego; e em Aparecida pelos pescadores.

Dessas aparições fazemos memória de uma em especial, que a mais de 300 anos tem revelado a presença misericordiosa de Deus ao povo Brasileiro. Chama a atenção que do barro, não só da imagem, mas também do Rio Paraíba, surge aquela que trouxe a esperança para o povo. Necessitavam do alimento para receber os visitantes, ela trouxe consigo os peixes; viviam tempo de escravidão, o negro não tinha mais dignidade e ela, em sua cor, lhe garantiu a liberdade e a dignidade; e sempre que estamos com sede de Deus, sua intercessão nos aproxima dessa Fonte que nos sacia e acalma.

Aparecida é a marca da esperança. Quantos desafios vivemos em nosso país e, mesmo assim, nosso povo ainda consegue olhar para o céu e agradecer a Deus. A fé do brasileiro supera suas dores e o faz renascer, recomeçar e acreditar de novo. A própria imagem de Aparecida nos ensina a recomeçar sempre. Logo que encontrada já nos deu essa lição, só no segundo lance da rede é que nos veio sua cabeça que, encaixando-se perfeitamente ao seu corpo, já nos deu o primeiro sinal de que Deus estava presente. Depois de algum tempo, tendo sofrido um atentado que a despedaçou em mais de 200 pedaços, mais uma vez nos mostrou a força da restauração. Não importa em quantos pedaços nós estamos quebrados, importa mesmo a capacidade que temos de nos reconstruir, sua intercessão nos alcança a restauração.

Como lembramos, são mais de 300 anos de graças e bençãos e incansavelmente, Aparecida intercede por seu povo. Recentemente assistimos cenas lamentáveis de um desastre em Brumadinho/MG, barreiras se romperam e soterram sonhos, famílias, vidas... muita coisa ficou debaixo da lama. O barro escondeu muitas histórias, mas não conseguir esconder a fé. Lá, no meio do barro, na lama, encontraram a presença de Deus em uma imagem, intacta, de Nossa Senhora Aparecida. Junto ao barro, de onde ela nasceu, nos veio uma resposta de Deus. Ele quis mostrar, mais uma vez, sua presença. Por isso, lá, desde suas origens, a Mãe Aparecida aparece intercedendo por aquele povo mineiro lembrando-os de que não estão sozinhos.

Deus jamais abandona seu povo. Do barro às águas, das águas aos altares e dos altares aos corações. Assim é a história de Nossa Senhora Aparecida. Onde houver um filho chorando, a mãe estará ali para o consolar. Deus é Bom demais, nos deu a Mãe Aparecida e, por isso, o Brasil sempre renascerá na Esperança.

Mãe Aparecida, obrigado por tanto amor e carinho. Continuai a interceder por nós e nos ajudai a renascer sempre que destruírem nossas certezas. Que a lama jamais destrua nossa força de viver, por que sabemos que a fé nos alcança vitórias e nos garante a esperança. Amém.

5 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Lucas Emanuel de Almeida, C.Ss.R., em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.