Por Lívia Maria de Oliveira Silveira Rosa Em Notícias Atualizada em 30 OUT 2017 - 09H52

E a sua privacidade, como vai?

privacidade.png

Em tempos de muita exposição nas redes sociais a privacidade se encontra fragilizada.

Nos perfis acompanhamos passo a passo das atividades de nossos amigos virtuais: onde estão, com quem, o que estão fazendo, como estão se sentindo... Mais do que compartilhar links e informações, a internet tornou-se um diário que narra a vida das pessoas, sua história e seus sentimentos.

Mas por quê? O que se ganha com isso? Por que há tanta exposição nas redes sociais? Há uma resposta: porque queremos ser vistos e queridos. Cada curtida em uma foto traz a sensação de felicidade, aceitação e aprovação da sociedade. Inconscientemente é isso que ocorre, o espelho hoje são as redes sociais.

Legalmente a privacidade quer dizer direito à reserva de informações pessoais e o da própria vida. É um direito garantido. Mas o limite da exposição é definido por cada indivíduo, cada um escolhe o seu. Mas vejam um parâmetro para reflexão: o nível de exposição de uma dona de casa ou de um estudante, por exemplos, é bem diferente da exposição de um cantor ou de um artista da televisão, a intenção e as necessidades são distintas.

Mais uma vez vale daquele ditado “tudo posso, mas nem tudo me convém”, vai da decisão pessoal do que é apropriado e do que expõe nas redes sociais.

Vamos refletir juntos?

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lívia Maria de Oliveira Silveira Rosa, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.