Por Campanha dos Devotos Em Notícias

“É tempo de agradecer”



Com muita alegria e gratidão, venho me encontrar com você, prezado devoto da Mãe Aparecida. Estamos no penúltimo mês do ano e somos chamados a agradecer ao bom Deus as inúmeras graças que recebemos.

O primeiro motivo para agradecer é pelo dom da fé. O Ano da Fé, que foi uma grande bênção para todos nós, se encerra no dia 24 deste mês, Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei.

Este Ano da Fé foi e continua sendo um convite para a “conversão renovada ao Senhor Jesus e à redescoberta da fé, a fim de que todos nós sejamos testemunhas confiáveis e alegres do Senhor Ressuscitado”.

Esta foi a intenção do Papa emérito Bento XVI, quando promulgou o Ano da Fé: colocar em toda a Igreja aquilo que lhe está no coração: “O encontro pessoal com Jesus Cristo e a beleza da fé n’Ele”.

Este Ano da Fé veio para lembrar e reafirmar o Concílio Vaticano II, comemorando os 50 anos do seu início, que foi um verdadeiro Pentecostes para a Igreja.

“O justo vive pela fé”, diz a Escritura (Rm 1,17). O Papa Bento XVI sugeriu uns pontos práticos para a vivência da fé, na Carta Apostólica “Porta da Fé”: procure participar consciente, ativa e frutuosamente da Santa Missa; procure ler, meditar e rezar a Palavra de Deus; busque crer na fé, aprofundando o Catecismo da Igreja Católica; faça de sua oração um momento especial de encontro com Jesus que o leve a praticar a justiça e viver a caridade com os irmãos. E sempre peçamos, como os Apóstolos: Senhor, aumenta a nossa fé! Mãe Aparecida, ensina-nos a viver a fé!

A nossa gratidão a Deus também pela presença abençoada, paternal e animadora do nosso querido Papa Francisco. O seu testemunho de amor e de carinho para com Maria, na Imagem da Mãe Aparecida, sensibilizou a todos nós. Seus gestos de acolhida, principalmente às crianças, seu sorriso aberto e franco, foram sinais do afeto e da ternura do Pastor que ama e estimula suas ovelhas... Com você, caro devoto, devota, quero agradecer: Obrigado, ó Pai, pela vida e a pessoa do Papa Francisco, pelo bem que ele fez no meio de nós no Rio de Janeiro e em Aparecida. O Espírito Santo o ilumine e o fortaleça na árdua missão evangelizadora que lhe foi confiada.

Antes de terminar, quero externar minha sincera gratidão a você, pela sua generosa e fiel colaboração. Quantas obras foram realizadas e quanta evangelização foi proclamada, a partir da Casa da Mãe, através da sua doação feita com amor e carinho. Deus lhe pague e que a Mãe Aparecida recompense a cada um, a cada uma.

Neste mês dedicado aos nossos falecidos, quero colocar na Eucaristia todos os seus familiares falecidos, principalmente os que pertenciam à Família Campanha dos Devotos. Que vivam na plenitude da Vida Eterna!

Conto com suas orações e prometo-lhe as minhas. 

Dom Raymundo Cardeal Damasceno Assis

Arcebispo de Aparecida-SP

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Campanha dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.