Por Família dos Devotos Em Notícias Atualizada em 04 JUN 2020 - 11H18

O meio ambiente e a quarentena


Foto: Thiago Leon


No dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data foi criada pela ONU (Organização das Nações Unidas), em 1972, durante uma Conferência sobre Ecologia, com o objetivo de conscientizar as pessoas e organizações sobre a importância e a necessidade de cuidarmos de nosso meio ambiente.

Neste tempo em que o mundo precisou parar por conta da COVID-19, o meio ambiente também sentiu a diferença, e foi para melhor. Algumas situações foram notícia de destaque na mídia, como:

arrow_forward A diminuição da poluição da atmosfera. Segundo a Agência Internacional de Energia, o uso global de energia pode cair até 6% em 2020. O dióxido de carbono teve uma queda de 8%.

arrow_forward Em Veneza, na Itália, pode-se observar peixes e as águas claras nos canais.

arrow_forward Após 30 anos, a Cordilheira do Himalaia voltou a ficar visível para os moradores de cidades do norte da Índia.

arrow_forward Com a diminuição do número de carros nas ruas e a baixa produção industrial na Grande São Paulo, a mancha de poluição atmosférica do ar baixou de forma considerável.

arrow_forward Um casal de ursos panda de um zoológico da China, fechado por conta da quarentena, volta a namorar após 10 anos. O veterinário do zoológico contou que, por conta do grande número de pessoas que o local recebe, os pandas não tinham mais privacidade.

Temos aí 5 exemplos de situações positivas que aconteceram neste período de quarentena, mas sabemos que isso não resolveu o problema do planeta. Podemos observar que, hoje, as iniciativas de sustentabilidade estão cada vez mais presentes na sociedade, para que possamos preservar, cuidar e revitalizar a natureza. É preciso que tenhamos mais consciência do quanto a Natureza necessita de cuidados.

Papa Francisco, na carta encíclica “O cuidado da casa comum”, faz um apelo para que cuidemos do planeta, do meio ambiente, que busquemos soluções socioambientais para todos, principalmente para os mais excluídos de nossa sociedade. O Papa reforça que o planeta é a morada comum de todos e que isso é um presente de Deus para nós, por isso precisamos cuidar com tanto apreço.

Com pequenos gestos em nosso dia a dia, podemos começar uma grande ação de cuidados com nosso meio ambiente, como por exemplo: não jogar lixo na rua, consumir somente o necessário ou separar nosso lixo para reciclagem. E que, durante este período de quarentena, possamos refletir sobre como estamos cuidando de nosso ambiente comum e que possamos melhorar ainda mais nossas ações.

Thiago Leon
Thiago Leon


Santuário Ecológico:

Aqui, no Santuário Nacional, por exemplo, acontece o projeto Santuário Ecológico, que tem mais de 1 milhão de m² de áreas verdes - o equivalente a 100 campos de futebol. Foram plantadas 437.500 mudas de árvores, ao longo de dois anos, preservando mais de 200 espécies da flora nativa. Outra grande iniciativa foi não utilizarmos mais copos plásticos.

O objetivo do projeto Santuário Ecológico é a conservação da biodiversidade, manutenção dos serviços ambientais como água, solo e o clima, conscientizando a sociedade para o cuidado com a Casa Comum.

Fonte: Tatiane Carvalho

11 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Família dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.