Por Flávia Gabriela Em Releases

Inauguração de museu de cera contará com presença de homenageados

Foto: Thiago Leon

A cerimônia de inauguração do Museu de Cera Nossa Senhora Aparecida, nesta terça-feira (22), reservará um tempo em sua programação para saudar parte dos homenageados que são retratados nas estátuas de cera.

Todos aqueles que estão representados no Museu foram convidados a participar das festividades de abertura do espaço. Os que receberam a homenagem póstuma serão representados por familiares.

Entre as 61 esculturas de cera do Museu, há a figura de bispos, padres e políticos que colaboraram durante toda a história na consolidação da devoção a Nossa Senhora Aparecida. Há também estátuas que homenageiam personalidades que sempre propagaram sua devoção à Padroeira do Brasil publicamente e que frequentemente visitam o Santuário Nacional.

A programação de inauguração do Museu tem início às 9h, com a celebração de uma missa presidida pelo cardeal arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis. 

Após a celebração, as autoridades e convidados presentes poderão conhecer o mais novo atrativo turístico oferecido aos devotos da Mãe Aparecida. Na ocasião o administrador-ecônomo do Santuário Nacional, Padre Daniel Antonio da Silva, atenderá a imprensa, dando detalhes sobre o novo empreendimento.

O astronauta brasileiro, Marcos Pontes, e o apresentador do programa Terra da Padroeira, Tonho Prado, participam da festividade desde o início. Ao longo da manhã mais homenageados também comparecerão.

 

História de Nossa Senhora

O Museu de Cera Nossa Senhora Aparecida possui aproximadamente seis mil metros quadrados e reúne 61 estátuas em tamanho natural, divididas em 20 cenários diferentes, que remontam a história de fé e devoção a Nossa Senhora. 

As peças retratam fatos e acontecimentos desde o encontro da imagem nas águas do Rio Paraíba, passando pelos milagres atribuídos a Santa, até os momentos mais recentes dessa trajetória. 

No passeio repleto de efeitos sensoriais, o visitante é levado a uma viagem no tempo, conhecendo as personalidades históricas, políticas e religiosas, que tiveram a vida ligada a imagem da Santa. 

As estátuas feitas em tamanho natural foram produzidas por ateliês especializados e retratam santos, papas, reis, nobres, presidentes da república, religiosos, devotos e alguns nomes contemporâneos dessa história. 

O empreendimento é uma iniciativa do Santuário Nacional em parceria com a empresa Rex Turismo, que possui museus de cera nas cidades de Gramado-RS, Foz do Iguaçu-PR e em Cancun, no México. O espaço fica no pátio do Santuário Nacional, ao lado do Centro de Apoio ao Romeiro. 

O funcionamento é de segunda à sexta-feira, no horário das 9h às 18h, sábados das 7h às 19h e domingos e feriados das 7h às 18h. O ingresso custa R$ 24, sem limite para permanência. Há desconto de 50% para idosos, estudantes e portadores de necessidades especiais.

 

O Museu em números:

• Dimensão: 5.979,47 m² de área construída

• Total de peças: 61

• Cenários: 20

• Horário de Funcionamento: segunda à sexta-feira, das 9h às 18h; sábados das 7h às 19h e domingos e feriados das 7h às 18h.

• Valor da entrada: R$ 24,00 (desconto de 50% para idosos, estudantes, e portadores de necessidades especiais)

 

Informações: Wilson Silvaston

(12) 99104-4539

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Flávia Gabriela, em Releases

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.