Capital Mariana da Fé une devotos para pedir restauração 

Novena da Noite
Novena da Noite

Na Capital Mariana da Fé, o segundo dia da Novena da Padroeira do Brasil reúne mais uma vez uma multidão de devotos da Mãe Aparecida.

É só andar um pouco para ver gente de todos os lugares, que se aglomeram em todos os espaços. Nos bancos, no chão ou em cadeiras improvisadas que os devotos trazem de suas casas. Afinal, aqui eles também se sentem em casa!

Hoje a celebração trouxe o tema "Com Maria e Jesus, restauramos o Jardim do Éden!".

A partir dessa proposta, Dom José Gislon, bispo de Erexim (RS), presidente da celebração, refletiu que o Éden foi o lugar organizado e escolhido por Deus para nele colocar o homem e a mulher, feitos à sua imagem e semelhança. Ele também é o lugar de encontro entre a divindade e  a humanidade, entre o criador e criatura, antes do egoísmo induzir o ser humano ao pecado e o afastar da graça e da companhia de Deus.

Dom Gislon pediu aos devotos que não fiquem lamentando o "Éden que nossos antepassados perderam", mas que saibam se "alegrar porque a Virgem Maria, através do seu 'sim', acolheu o Senhor da Vida, que veio para restaurar o Jardim do Éden através de uma comunhão de amor com o Pai".

O bispo pediu ainda que cada um possa olhar para si mesmo e reconhecer "os próprios erros, pecados, vícios e negligências" e arrepender-se de coração, porque "só assim poderemos elevar um canto de louvor a Deus como fez Maria no Magnificat".

Por fim, o bispo disse que, em Deus, tudo é novo. "Deus não reajusta as coisas, mas as recria continuamente na novidade do amor que está ao alcance do nosso coração de filhos e filhas seus".

Elisangela Cavalheiro.
Elisangela Cavalheiro.
Maria de Fátima visita pela primeira vez o Santuário.

Para a devota de Salvador (BA), Maria de Fátima Alcântara, que vem pela primeira vez ao Santuário Nacional de Aparecida, tudo é novidade. "Pra mim é grande a expectativa, parece até que estou vivendo um sonho", disse com um sorriso largo. Ela conta que trouxe em seu coração muita fé, e que agora se considera uma devota e pretende voltar todo ano.

Ali pertinho de Maria de Fátima, a Imagem de Nossa Senhora estava num carro-andor ornamentado com belíssimas rosas. À frente do carro, um casal carregava o manto e a coroa nas mãos, pois a pequena imagem estava mostrando a sua negra cor. 

Atrás do carro, diversas pessoas estavam com imagens de outros santos às mãos. Entre eles estava a jovem Isabela Rodrigues, com a imagem de Santa Rita. Ela também estava muito feliz, e mais ainda por poder participar desse momento. 

"Muitas pessoas gostariam de estar no meu lugar, e como eu tive esse privilégio, estou muito feliz. Hoje eu vim aqui para restaurar a minha fé". 

No dia 04 de outubro, a Igreja celebra São Francisco de Assis. Nas palavras de Dom Gislon, uma mensagem desse grande santo que marcou a vida da Igreja pela sua simplicidade, profundo testemunho de vida cristã e respeito pela natureza e toda a Criação de Deus. 

"Neste tempo marcado por muitas incompreensões que assolam a humanidade, recordemos o modelo de São Francisco de Assis para propor uma sã relação com a Criação como dimensão de conversão integral da pessoa", finaliza. 

Novena da Tarde
Novena da Tarde

O povo brasileiro mais uma vez demostrou sua fé e carinho à Mãe Aparecida. No 2º dia da Novena da Padroeira, os devotos refletiram o tema "Com Maria e Jesus, restauramos o Jardim do Éden!", fazendo referência a Maria como a nova Eva, que soube dizer o sim verdadeiro.

:: Reveja os principais momentos do 1º dia da Novena

Ivan Simas
Ivan Simas

A reflexão da Novena desta tarde foi feita pela jovem Erika Maciel, que recordou que, há 40 anos, foi preciso muito carinho, estudo, ciência, eficiência e cuidado para restituir a bela Imagem da Senhora Aparecida. E, desta forma, Maria se quebrou em mais de 200 pedados e nos fez refletir que o coração de mãe se desdobra o mais que puder; desdobra-se em amor, atenção e ternura para com seus filhos e filhas.

O andor trouxe a singeleza de Maria. Sobre um pilar de argila e rodeada de flores amarelas, Nossa Senhora foi conduzida até o Altar Central. Ressaltando o papel do leigo na Igreja, ao longo dos nove dias da novena, a Imagem não será levada em carros-andores como nos últimos anos, mas por aqueles que ajudam a edificar a Igreja e propagar a palavra de Deus .

Homilia

A homilia foi proferida pelo reitor do Santuário do Rocio, em Paranaguá (PR), Padre Joaquim Parron, C. Ss.R. que convidou os leigos a serem 'sal na terra e luz do mundo'. O padre destacou que os cristãos devem ser sinal de luz para a sociedade e ajudá-la a ser restaurada pela luz de Cristo.

“Leigos e leigas, somos chamados a ser um sal que dá sabor. Se o mundo está dividido, seremos aqueles que vão dar o sabor da união e do perdão. Também somos chamados a ser luz do mundo. Devemos ser a luz de Jesus para as pessoas, para que assim não vivamos na escuridão, mas para vivermos na luz como Maria”, sublinhou.

O Redentorista lembrou que muitas comunidades e famílias foram transformadas por meio de Maria, que é mensageira e nos leva até seu filho Jesus. Por fim, o celebrante nos instigou para que, a cada dia, aprendamos o sentido do restauro na nossa caminhada.

As demonstrações de amor à Padroeira continuam durante a Novena Solene às 19h, com transmissão ao vivo pela TV Aparecida.

Leia mais
Leia mais

Acompanhe todos os detalhes da Novena e Festa da Padroeira 2018

SAIBA TODOS OS DETALHES

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.