Por Redação A12 Em Notícias

7º dia da Novena e Festa da Padroeira apresentou Maria como ícone da fé

novena_devoto_com_imagemFiéis e devotos de Nossa Senhora Aparecida lotaram o Santuário Nacional na noite desta quarta-feira (9) no sétimo dia da Novena e Festa da Padroeira do Brasil.

O tema da novena ‘Maria: peregrina da Fé’ convidava a lançar o olhar para Maria e seguir com ela o caminho da fé. Maria, é o ícone perfeito da fé porque ela entregou totalmente sua vida à providência divina e, portanto, viveu de fé.

Animada pela Orquestra Pemsa, Projeto de Educação Musical do Santuário, e regência do maestro Altair Lobato, a novena começou com o Hino oficial da Novena e Festa da Padroeira. Presidiu a celebração o bispo de Caratinga (MG), Dom Emanuel Messias de Oliveira, e foram oficiantes os Missionários Redentoristas padre Evaldo César de Souza, diretor do A12.com, e padre Herivelto Jeder Pereira, que exerce seu ministério no Santuário Nacional. Concelebraram ainda o Cardeal Arcebispo de Aparecida Dom Raymundo Damasceno Assis, o bispo auxiliar Dom Darci Nicioli, o reitor do Santuário Nacional padre Domingos Sávio e dezenas de sacerdotes. 

O animador da celebração, o Missionário Redentorista padre Jorge Paulo da Silva Sampaio, diretor da Gráfica Santuário, no início da novena motivou a proposta litúrgica da celebração:

“Maria vem ao nosso encontro, como peregrina da fé, desde o momento da Anunciação Nossa Senhora peregrinou ao lado de seu Filho, Jesus Cristo, para revelar à humanidade o amor misericordioso de Deus. Hoje também peregrina conosco, povo da Nova Aliança, para nos ajudar a amar a Deus e fazer a sua vontade”.

Na entronização da imagem de Nossa Senhora Aparecida, momento aguardado por todos, a encenação trouxe pescadores e suas redes, que eram lançadas à busca do sustento da família. A Padroeira chegou ao Altar Central ladeada por romeiros, representando as milhões de pessoas que todos os anos visitam o Santuário Nacional para prestar sua homenagem. A encenação quis representar ainda a peregrinação de Maria, que desde o momento da Anunciação realizou seu caminho de fé seguindo o seu Filho Jesus.

Em um longo aplauso, repleto de emoção, os devotos acolheram a pequenina imagem da Mãe do Salvador, e enquanto era incensada pelo presidente da celebração, todos rezavam pedindo o dom da fé: “Olhando para Maria, não há alma que não se inspire em querer o que é de Deus!”.

Em seguida, a celebração prosseguiu com um momento oracional, evidenciando a intensidade da fé de Maria, e a entronização da Palavra de Deus, que trouxe novamente a representação do romeiro para significar que todos são peregrinos e que, a exemplo de Maria, desejam seguir o seu ensinamento.

proclamacao_evangelhoCom a proclamação do Evangelho, feita pelo padre Evaldo César de Souza, Dom Emanuel Messias dirigiu sua mensagem aos presentes.

No centro de sua reflexão, a fé demonstrada por Maria ao longo de sua vida. “Maria, é peregrina da fé, sobretudo por causa da vivência. O peregrinar no sentido religioso, é viver em profundidade a fé no Deus da Vida. Maria viveu na intimidade profunda de Deus, na intimidade profunda de Jesus Cristo. Se no Antigo Testamento nós chamamos Abraão de Pai da Fé, no Novo Testamento, nós chamamos Maria, de Mãe da Fé”. 

“Desde toda a eternidade Deus pensou em Maria com muito amor, como Mãe do seu Filho amado, e Maria correspondeu maravilhosamente a esse desígnio de amor do Pai. Maria peregrina da fé, viveu com intensidade sua vida para Jesus, com Jesus, por causa de Jesus. Sua vida foi em função da vida de Jesus. Maria viveu esta vida de fé e nos convida a viver em intimidade profunda com seu Filho”, completou. 

Ao final da reflexão, Dom Emanuel Messias pediu a intercessão de Nossa Senhora sobre todos os peregrinos, para que em seu caminho, busquem o fortalecimento de sua fé. “Como Maria, nós queremos desejar e pedir a ela, que cada um de nós possa viver a intensidade da fé e da caridade, para que a nossa peregrinação, [alcance] a peregrinação gloriosa para a Casa do Pai, onde a festa nunca termina”, finalizou. 

presidente

Em seguida, os presentes acompanharam a procissão dos alimentos, quando entraram placas com dizeres fazendo menção à fé e pedidos de justiça e paz para o povo brasileiro. 

Ao final, o presidente da celebração realizou a Bênção do Santíssimo Sacramento, que foi trazido ao Altar por crianças e jovens. A Novena Solene foi encerrada com a Consagração a Nossa Senhora Aparecida e oferta de flores diante do Trono da Imagem com convidados de diversas paróquias da arquidiocese. Por fim, cada devoto pode se aproximar da Imagem e prestar sua homenagem entregando também sua flor à Mãe Aparecida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.