Por Polyana Gonzaga Em Notícias

Assembleia da CNBB reza em Ação de Graças pelos 60 anos de fundação da Cáritas

Os bispos reunidos em Aparecida (SP) durante a 54º Assembleia Geral da CNBB participaram da Santa Missa, às 7h30, no Altar Central do Santuário em Ação de Graças pelos 60 anos da fundação da Cáritas Brasileira e pela caminhada da Igreja no Regional Nordeste I da CNBB, no Ceará.

A celebração foi presidida pelo Arcebispo de Fortaleza e presidente do Regional Nordeste I, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques e concelebrada pelo Bispo de Quixadá (CE), dom Ângelo Pignoli e pelo bispo de Itapipoca (CE), dom Antônio Roberto Cavutp.

 

Em sua reflexão, dom José Antônio Aparecido ressaltou que os cristãos, pelo testemunho do seu batismo, são convidados a doar a vida, fiéis a Cristo morto e ressuscitado.

“Ao se apresentar como verdadeiro pão do céu Jesus se mostra como Aquele que veio para uma vida maior. A ressurreição de Jesus é a realização deste novo destino para homem. (...) O verdadeiro pão do céu é o Senhor, dom total e incondicional, amor que dá vida ao mundo, vida total, vida plena”, afirmou.

Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques salientou aos fiéis que não é a busca da prosperidade terrena a qualquer custo que dará a vitória de Cristo, mas a real solidariedade humana.

“Assim Jesus mostra o caminho da realização humana que passa pela transformação. Nasce uma nova sociedade na busca do bem para todos”.

No Altar da Virgem de Aparecida, o Arcebispo de Fortaleza pediu por todos quantos, ao longo dos 60 anos da Cáritas Brasileira, contribuíram e promoveram a caridade em obras solidárias e doações generosas e também pelas comunidades eclesiais do Nordeste.

“A Igreja no Brasil se reúne em comunhão para buscar a força de ação evangelizadora. Cristãos leigos na Igreja e na sociedade podem testemunhar a caridade do Senhor em gestos concretos, amor doado ao extremo. Com a Cáritas, a Igreja quer expressar esse testemunho de amor que sinaliza e mostra o Senhor Ressuscitado, que age em nós e por nós. Rezamos para sejamos misericordiosos como o Pai”, finalizou.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.