Por Tatiana Bettoni Em Notícias

Congregação das Missionárias de Nossa Senhora das Dores completa 100 anos

Redação Portal A12

Tatiana Bettoni 

A Congregação das Religiosas Missionárias de Nossa Senhora das Dores completa 100 anos de fundação no Brasil nesta quarta-feira (28). Em comemoração, diversos leigos e cerca de 50 religiosas vindos de Belo Horizonte (MG) participaram da celebração das 9h00 no Santuário Nacional de Aparecida. O arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Azevedo, presidiu a celebração. 

Em sua homilia, Dom Walmor parabenizou as irmãs pelo centenário e desejou que mais moças possam integrar a Congregação. “Que Deus ajude vocês nesse caminho, para que assim ajudem o mundo a abrir-se ao amor de Deus. E que cumpram seu carisma, seduzindo muitas jovens, ajudando nosso mundo a ser aberto ao amor de Deus. Amém”, disse. 

Em entrevista ao A12.com., a Superiora Geral da Congregação, Irmã Marlene Maria da Silva, falou sobre a alegria de comemorar 100 anos de trabalho pastoral. Ela lembrou as Irmãs que saíram de Lion, na França, e após 17 dias de viagem marítima chegaram ao Rio de Janeiro em 28 de agosto de 1913. 

“Foram cem anos de muitas luz e de graças de Deus. O início foi de muitas dificuldades e lutas, que foram se transformando em desejos missionários. “Quanto maiores as dificuldades, mais a Congregação buscava campos de missão. Costumamos dizer que somos missionários onde nosso pé está. Então, colocamos os pés onde sabíamos que o povo de Deus precisava, para transmitir nosso carisma “Ser presença junto àqueles que sofrem”. Temos Nossa Senhora das Dores como modelo de espiritualidade. Ela é Maria em pé, solidária com os crucificados da história. E não é fácil ser como Maria”, refletiu a Superiora. 

Sobre os trabalhos atuais, Irmã Marlene explica que a Congregação tem atuado em colégios e obras sociais, com foco na educação de crianças e adolescentes. Além disso, junto a encarcerados e suas famílias. “Temos um trabalho em Formosa (GO), e outro em Aracajú (SE). Recentemente, nos fazemos presentes junto aos povos indígenas no Ceará, em Caucaia. É uma nova comunidade, aberta em resposta ao apelo de Dom Roque Paloschi”, conta. 

A celebração pelo centenário da Congregação começou em 28 de agosto de 2012 e se estende até dezembro de 2013. Na próxima quarta-feira (28), haverá celebração em Belo Horizonte, com a presença de grande parte das congregadas. Em dezembro, está previsto um retiro mariano para concluir as festividades. 

 

 
 
 
 

 Siga o A12 no twitter.com/portal_a12

Santuário Nacional: twitter.com/padroeira

Curta facebook.com/santuariodeaparecidaoficial

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Tatiana Bettoni, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.