Por Valquíria Vieira Em Notícias

Dom Antônio Fernando preside missa da Romaria Pastoral da Saúde em Aparecida

Dom Antônio Fernando Brochini, referencial da Pastoral da Saúde, presidiu hoje (08) no Santuário Nacional a missa da Romaria Nacional da Pastoral da Saúde.

Durante a celebração das 9h no Altar Central do Santuário Nacional, o bispo pediu aos agentes pastorais que ouçam o convite de Jesus em seus trabalhos, lutas e empenho para o bem do Reino de Deus.

“Devemos dar a vida pelos nossos irmãos porque Jesus primeiro deu a vida por todos nós”, afirmou.

Dom Antônio lembrou ainda a mensagem do Papa Francisco para o Dia do Enfermo e destacou o papel que o agente pastoral deve exercer na fé e na caridade:

“Os agentes pastorais devem ser sinal da misericórdia de Deus no trabalho com os doentes”.

Segundo o bispo, o papel do agente da pastoral da saúde é promover o bem, destruindo a solidão e o sofrimento a exemplo de Cristo.

“Cristo na Cruz destruiu a solidão e o sofrimento do coração humano. Assim nos ensinou a sermos solidários com todos”, disse aos presentes.

Refletindo sobre o tema da Romaria “Saúde não é favor é direito”, Dom Antônio reforçou como promover esse Dom de Deus.

“ Nessa Romaria viemos como agentes refletir que a saúde é um dom de Deus. O Governo não faz caridade garantindo o serviço de saúde, ele cumpre um dever e cobre um direito. Nós como agentes também não fazemos um favor promovendo a saúde, mas reconhecermos um direito”.

Ao finalizar sua homilia, o bispo pediu a proteção de Nossa Senhora para o trabalho pastoral:

“Que Maria nos ensine o caminho do reino do seu filho”.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Valquíria Vieira, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.