Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

Em momentos dolorosos, Maria é a intercessora junto ao Pai

Festa da Padroeira 2014Nesse ano, o Santuário Nacional definiu como tema para a Festa da Padroeira “Com a Mãe Aparecida, ser solidário na dor!”, tema que faz relação com os Mistérios Dolorosos de Cristo, contemplados no Santo Rosário.

O tema quer indicar a cada devoto da Rainha e Padroeira do Brasil que a dor e a morte têm sentido, e sentido divino e redentor, se vividos nas pegadas de Jesus Cristo.

Maria, Mãe por excelência, é a grande intercessora da humanidade e a ela milhões de devotos recorrem para pedir graças e bênçãos.

Nesse último final de semana, dias 27 e 28 de setembro, a Casa da Mãe Aparecida acolheu mais de 250 mil devotos vindos de todos os estados brasileiros, ansiosos para encontrar a Padroeira do Brasil e render graças por sua intercessão, como também para pagar promessas feitas em momentos de grande dor e provação.

Entre esses devotos agradecidos, estão dona Cleudimar e seu esposo, vindos de Alterosa (MG). Com os olhos cheios de lágrimas, a mineira contou o motivo de sua emoção e o que a trouxe ao Santuário Nacional.

Cleudimar e seu esposo de Alterosa (MG)

Diante do mistério do sofrimento humano, Maria indica o exemplo de Cristo, que venceu a morte e ressuscitou. Nossa Senhora, como Mãe de Jesus, participou dos seus sofrimentos. Mais do que qualquer outra pessoa, ela assumiu os sofrimentos da cruz de Cristo em sua vida, manteve-se firme e o acompanhou até o fim.

Nos últimos anos, Simone de Barra Velha (SC), sentiu como Maria os sofrimentos de seu filho José Pedro e com ele manteve-se firme. No último domingo, 28, diante da Imagem de Nossa Senhora Aparecida pode enfim agradecer a intercessão da Mãe de Jesus para a cura de seu filho.

 

Simone, seu filho José Pedro e esposo, de Barra Velha (SC)

Outro exemplo de total confiança nos planos de Deus e agradecimento a Mãe Aparecida, descreveu a romeira Geni Teresa de Guarulhos (SP), logo depois de entregar na Sala das Promessas dois objetos que recordam as graças alcançadas.

Geni Teresa com sua família, de Guarulhos (SP)

Sentimento que também manifestou dona Maria Lima de Ouro Preto (MG), depois de passar pelo Nicho que guarda a Imagem de Nossa Senhora Aparecida.

 

Da esquerda para a direita, a terceira é dona Maria Lima de Ouro Preto (MG)

Histórias de cura e milagres são o que mais traz devotos ao Santuário Nacional, mas também existem outros devotos que visitam o Santuário Nacional apenas para agradecer a presença constante e amorosa da Padroeira do Brasil em suas vidas, foi o que contou André, de Paranavaí (PR):

André e sua mãe, de Paranavaí (PR)

Durante a Festa da Padroeira 2014 o A12.com trará outros depoimentos de romeiros e devotos da Mãe Aparecida, contando sua história de fé e devoção à Mãe de Jesus. Acompanhe.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.