Por Santuário Nacional Em Notícias Atualizada em 27 AGO 2018 - 14H48

Família Schurmman faz palestra aos colaboradores do Santuário durante SIPAT

Nesta segunda-feira (27), os colaboradores do Santuário de Aparecida puderam conhecer e aprender um pouco com a experiência da Família Schurmman, durante a primeira atividade da SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho).

Marília Ribeiro
Marília Ribeiro
Família Schumann destaca o planejamento e a disciplina para o bom êxito das realizações.

O Casal Heloísa e Vilfredo Schurmann falou dos 34 anos vivendo no mar e do mar, enaltecendo a importância do planejamento. Eles foram os primeiros brasileiros a dar volta ao mundo num veleiro, já tendo cruzado os seis continentes.

Durante a apresentação aos colaboradores, a família pontuou as características necessárias para obter êxito em uma realização. Dentre tudo o que foi colocado, eles destacaram, além do planejamento, a disciplina, a coragem, a perseverança e a determinação em buscar conhecimento, para que as ações sejam executadas com segurança.

Relatando as aventuras e desafios enfrentados em suas expedições, reforçaram a importância do trabalho em equipe, união, comunicação, o cuidado com o outro e a calma diante de situações de risco.

“O maior desafio em um barco não são as tempestades, mas o relacionamento em um curto espaço por tanto tempo, e assim também é no dia a dia de vocês”, afirmou Vilfredo.

Marília Ribeiro
Marília Ribeiro
Família Schumann destaca o planejamento e a disciplina para o bom êxito das realizações.

Heloísa explicou, em entrevista ao Portal A12, que o trabalho desenvolvido em um barco é o mesmo que em uma empresa, sublinhando que obedecer regras é fundamental em qualquer realização.

“Para nós, o barco é como uma empresa em alto mar: o barco é o edifício e a equipe, a tripulação, são os funcionários, colaboradores e voluntários. Então, tudo o que nós aplicamos em nossas viagens é com segurança, porque todos obedecem às regras e isso é fundamental em um barco, como é fundamental em uma empresa. Nós passamos a nossa experiência em 34 anos de mar, graças a Deus sem nenhum acidente grave, sem nenhuma perda de pessoas”.

Ao final da apresentação, a família agradeceu a um tripulante sempre presente em todas as expedições: Deus. “Eu tenho muita fé em Deus e tenho certeza de que Ele sempre nos protege. E protege mesmo. Você já imaginou o que são 34 anos vivendo no mar? Qualquer acidente poderia ter acontecido e nada aconteceu, porque Deus está aqui do nosso lado, nos abraçando”, expressou Heloísa Schurmann.

A SIPAT segue até o dia 31 de agosto, com diversas atividades no Santuário de Aparecida, como palestras, concurso de paródias e oficinas dinâmicas e informativas.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Santuário Nacional, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.