Por Redação A12 Em Notícias

Festa do centenário da Congregação Paulinas terá ponto alto em Aparecida

PaulinasA Congregação Pia Sociedade Filhas de São Paulo – Irmãs Paulinas – foi fundada em 15 de junho de 1915, em Alba, na Itália. Ao longo do ano jubilar (5 de fevereiro de 2015 a 20 de fevereiro de 2016), por meio da vasta gama de celebrações e comemorações, Paulinas deseja exprimir infinita gratidão a Deus pelo caminho bem realizado e agradecer, também, a aceitação e o carinho que tem recebido do público do Brasil e dos demais países em que está presente.

Confira esta entrevista concedida por irmã Maria Antonieta Bruscato (foto), Superiora Provincial das Filhas de São Paulo (Irmãs Paulinas) no Brasil, ao site do Regional Sul 1 da CNBB:

Regional: As Irmãs Paulinas celebram um ano especial dedicado ao centenário do nascimento da Congregação ou Família Religiosa. Qual a importância deste centenário para as irmãs do Brasil e do mundo?

13953_bannerIrmã M. Antonieta: Celebrar um aniversário é sempre motivo de alegria. Celebrar 100 anos de história de uma Congregação a alegria se reveste de uma gama de motivações que, para exprimi-las, é necessário multiplicar as celebrações e eventos. 

As celebrações dos 100 anos de fundação de Paulinas se colocam no contexto de outras importantes celebrações que acontecem neste ano. A principal delas é o Ano da Vida Consagrada, proclamado pelo Papa Francisco. Fazemos, então, nossas as orientações do Papa para essas ocorrências, apresentadas na carta dirigida a todos os religiosos e religiosas do mundo. Nessa carta o Papa nos convida a: “Olhar com gratidão o passado” e agradecer a Deus pelo grande patrimônio espiritual e cultural do Instituto e pela rica história na qual a ação de Deus se manifestou de modo singular e extraordinário. E também para manter viva a identidade, robustecer a unidade da família e o sentido de pertença ao Instituto. 

O Papa nos convida, ainda, a “viver com paixão o presente”, como viveram as pessoas que nos precederam e fizeram a história que hoje completa 100 anos.  Somos convidadas a manter viva aquela chama de amor e de doação vivida pelos Fundadores e Fundadoras e fazer nosso o ideal que sustentou sua a vida e missão.  Por fim, “abraçar com esperança o futuro”. Aqui o Papa fala de uma esperança que não desilude, porque está fundada nos sólidos alicerces da Palavra de Deus, que permanece ao longo dos séculos e nos projeta na eternidade.

Com esse horizonte, diríamos infinito, a celebração dos 100 anos de fundação significa para nós, Paulinas, expressar a gratidão a Deus, que é o principal protagonista da história humana, e agradecer aos nossos pais e mães na fé que traçaram, com a própria vida, seu ensinamento e a ação os sulcos que hoje percorremos. Significa, também, abraçar essa causa com as mesmas atitudes e motivações que os fizeram viver e agir. Significa, ainda, imprimir à vida e à missão de hoje algo de original e novo que o progresso humano oferece, com seus desafios, dificuldades e oportunidades, sempre com o olhar fixo em Jesus, meta única e sublime do nosso viver e de nosso agir.

Regional: Como parte das celebrações aconteceu neste sábado, 7 de fevereiro, na Catedral da Sé, uma celebração eucarística pela abertura do centenário, além desta celebração, estão programadas outras comemorações?

Irmã M. Antonieta: A abertura do centenário de fundação da Congregação em âmbito mundial aconteceu no dia 5 de fevereiro, data em que a cofundadora das Irmãs Paulinas, Irmã Tecla Merlo, deixou este mundo em 1964. Em São Paulo fizemos a abertura do ano jubilar dia 7, sábado, para facilitar a participação das pessoas que trabalham. Nas demais cidades, onde Paulinas está presente com comunidade ou com a livraria, a celebração acontece sábado ou domingo próximo ou mesmo em outro dia do mês de fevereiro. Ao longo do ano muitas outras celebrações e eventos vão acontecer. 

A festa principal do centenário será em Aparecida, no dia 21 de junho, porque a fundação se deu em 15 de junho de 2015. A festa vai consistir em Celebração Eucarística no Santuário de Aparecida, transmitida pela TV Aparecida, seguida de um show com os cantores de Paulinas Comep no centro de Eventos.  Entre as celebrações culturais está o simpósio sobre a mensagem do Dia Mundial das Comunicações, organizado pelo SEPAC em parceria com a Revista Família Cristã, que publicará os conteúdos do simpósio nos meses de março, abril e maio deste ano. Serão organizadas, também, entrevistas e testemunhos com as Irmãs nos meios de comunicação, televisão e rádio. A revista Família Cristã publicou, no número de fevereiro, um bom texto sobre a Congregação. Estamos preparando, também, um número especial sobre a Congregação de O Cooperador Paulino, revista de formação e informação para a Associação dos Cooperadores Paulinos.   

O Governo geral da Congregação, que reside em Roma, está preparando uma revista monográfica sobre a presença de Paulinas no mundo e sua história ao longo dos 100 anos. A Revista será publicada também no Brasil. Atividades para envolver jovens vocacionadas também estão sendo realizadas. Para ilustrar a vida e a obra da fundadora foram preparados 9 paineis que serão expostos nas casas paulinas e nos eventos apostólicos e culturais. E, para tornar mais conhecida a cofundadora das Irmãs Paulinas, foi publicado e distribuído gratuitamente um pequeno opúsculo sobre sua vida, intitulado “Venerável Tecla Merlo, Mil vidas para o Evangelho”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.